Colaboradores da Honda doam alimentos para comunidades carentes

A pandemia do coronavírus ainda não passou totalmente, no Brasil, mas seu rastro de acontecimentos ruins se faz presente desde os primeiros momentos da doença em solo brasileiro. Um deles é a fome, em muitas famílias, causada pela paralisação de vários setores da economia, o que causou o desemprego e a falta de trabalho para milhões de pessoas. Para completar, as cheias extremas dos rios do Amazonas neste ano deixaram muitos ribeirinhos em situação desesperadora.

Inúmeras empresas e instituições têm ajudado promovendo a arrecadação de alimentos, depois acondicionados em sacolas, e distribuídos para quem passa fome. A Honda também entrou nessa batalha. A empresa lançou o programa ‘Sou voluntário Honda’, solicitando a seus colaboradores que doassem alimentos. 500 se engajaram de imediato. No mês passado a tradicional fábrica de motos conclamou os colaboradores a iniciar as doações.

“A campanha gerou grande mobilização em todos os departamentos, e despertou uma onda de solidariedade entre nossos colaboradores, sem precedentes na empresa, superando todas as nossas expectativas”, comemorou Júlio Koga, vice-presidente Industrial da Moto Honda da Amazônia.       

Arrecadados os alimentos, os próprios colaboradores se uniram mais uma vez para montar as cestas básicas. O objetivo inicial era atender 20 comunidades ribeirinhas e aldeias indígenas.

“Juntos, colaboradores, com o complemento da empresa, arrecadaram mais de 36 toneladas de alimentos, entre arroz, feijão, leite, farinha, óleo e outros. A ação foi dividida em quatro sábados. Nos dois primeiros, realizamos mutirões para montar mais de 2.600 cestas, e nos dois últimos essa mesma equipe carregou os caminhões e realizou a entrega dos alimentos em mais de 20 comunidades”, informou Koga.

Outras ações

Através de visitas do Setor de Serviço Social da empresa, foram selecionadas as comunidades ribeirinhas e aldeias indígenas, em vulnerabilidade social e em situação de fome. No dia 10 passado as cestas básicas foram entregues em 13 comunidades. Na semana seguinte, dia 17, oito comunidades receberam a visita dos colaboradores da Honda trazendo as cestas com alimentos.

“Os voluntários participaram de todas as etapas da campanha e se responsabilizaram pela entrega das cestas nas comunidades. O grupo foi orientado a seguir os protocolos de cuidados de proteção à saúde e segurança, como o uso de álcool em gel e de máscara. Nossa fábrica em Manaus é formada por mais de sete mil pessoas e nossa principal riqueza são nossos colaboradores”, lembrou o gerente.

No Amazonas, há tempos a Honda vem apoiando diversas ações sociais, além do ‘Sou voluntário Honda’. Em uma das iniciativas, realizada em Rio Preto da Eva, a empresa mantém um projeto agrícola onde são plantadas árvores frutíferas como coco, laranja, pupunha, limão, rúcula, mamão, alface hidropônica, banana e outros frutos, depois destinados às entidades filantrópicas. Em linha com a mobilização global para o combate aos efeitos da pandemia, realizou doações de cilindros de oxigênio, além de motocicletas, motobombas, máscaras do tipo Face Shields, medicamentos e produtos de limpeza, bem como entrega de refeições para o hospital de campanha, em Manaus.

“Neste ano em que a Honda completa 50 anos no Brasil e 45 anos da fábrica em Manaus, pensamos em fazer algo diferente, que mobilize as pessoas a ajudar umas às outras multiplicando as ações de forma a criar uma corrente do bem. Lançamos, no Dia do Meio Ambiente, uma campanha de cunho ambiental, doando mudas aos nossos colaboradores, para se engajar ainda mais nesse tema, e surgiu então a ideia de haver um grupo de voluntários na fábrica, dedicado a ações sociais”, contou.

Visão da empresa

As comunidades beneficiadas com as cestas básicas foram: Paróquia Cristo Redentor (Alvorada), 410 cestas; Fazenda Esperança (BR 174), 280 cestas; Aliança da Misericórdia (Educandos), 150 cestas; Paróquia São Francisco de Assis (São Francisco), 100 cestas; Paróquia Cristo Libertador (Compensa), 100 cestas; Paróquia São Jorge (São Jorge), 80 cestas; Área Missionária São João (Viver Melhor), 50 cestas; Igreja Vaso de Benção (Cidade de Deus), 25 cestas.

“Como essa primeira ação do programa ‘Sou voluntário Honda’, buscamos engajar os funcionários tanto em novas ações sociais quanto em outras que já são desenvolvidas pela empresa, tendo eles como protagonistas. Essa foi apenas a primeira ação do programa, mas já estamos em fase de planejamento das futuras ações que deverão ocorrer ainda esse ano. A visão da empresa de compartilhar alegrias com os manauaras não estaria completa sem a atuação da Honda junto às comunidades locais”, concluiu o gerente.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email