Centro de Manaus em busca de adequação

A preocupação com a melhoria contínua da qualidade dos serviços prestados ao turista no Centro Histórico de Manaus desencadeou várias ações do poder público em prol da revitalização do local. De acordo com especialistas do evento da Copa do Mundo de 2014, é fundamental o envolvimento da sociedade no processo de capacitação profissional, ponto determinante para o sucesso do evento.
Segundo o coordenador da Unidade Gestora da Copa, Miguel Capobiango, melhorias na qualidade dos serviços de atendimento ao turista seja na venda, na operação de transporte, dos taxistas, comércios, bares e restaurantes, deve ser feito com o maior carinho possível e acima de tudo com qualidade. “Precisa ter um envolvimento maior das pessoas em fazer cursos de qualificação. O governo tem procurado fazer a sua parte. Mas precisamos de um envolvimento maior da sociedade em querer melhorar aquilo que ela já faz bem”, afirma Capobiango.
A assessoria técnica envolvida nesse processo tem buscado apoio e financiamento para realização dos treinamentos, com foco no atendimento direto ao turista.

Segurança pública

Uma prioridade do governo estadual é a questão da segurança, aponta o coordenador. “Uma meta importantíssima, um investimento gigantesco que o Estado do Amazonas está fazendo na compra de equipamentos e na qualificação dos profissionais que atuam na segurança pública”, informou Capobiango.
A Polícia Militar está desenvolvendo um trabalho específico para a área central. O CPM-AM (Comando da Polícia Militar do Amazonas) em parceria com a Amazonastur (Empresa Estadual de Turismo do Amazonas) realiza o I Seminário Internacional sobre Segurança do Turista na Copa 2014, com objetivo de unificar um plano de trabalho em prol do turista que visita a área do Porto de Manaus, e coibir qualquer ação que possa denegrir a imagem da cidade.
De acordo com o especialista em criminologia e recursos humanos da Polícia Militar do Amazonas, major Ubirajara Rosses, 35 policais militares participam do seminário. “Eles já estão recebendo treinamento para atuar em grandes eventos. A previsão do Comando é triplicar esse efetivo de policiais até o fim do ano”, afirma Rosses.
Ainda segundo o especialista Rosses, o projeto Ronda no Bairro também vai abranger a segurança do turista no Centro Histórico de Manaus.
Ações no Centro
As plataformas elevadas de policiamento são perfeitamente adequadas às necessidades do Centro da cidade, e também poderiam ser utilizados em grandes eventos no Sambódromo de Manaus e no Bumbódromo de Parintins, segundo Rosses. “Quando estávamos nos Estados Unidos verificamos que a performance desse equipamento é muito boa, e de fácil adaptação à região do Porto de Manaus, auxiliando na visualização e identificação dos elementos que atuam naquela área”, explicou.
Outros equipamentos, materiais e armamentos farão parte do projeto a ser apreciado pelos gestores do evento da Copa 2014, ainda de acordo com o especialista.
Uma questão que pode reduzir o custo do investimento na segurança do turista na Copa 2014 é a locação de equipamentos destinados a grandes eventos, de acordo com o consultor internacional de segurança para mega eventos, Rafael Vulej. Em Londres, cidade sede das Olimpíadas 2012, houve uma grande operação de segurança onde a maioria dos equipamentos utilizados era de locação.
Equipamentos de Raio X e detectores de metal serão locados pelo Brasil durante o evento da Copa 2014, segundo Vulej. “Hoje em dia essa movimentação internacional já existe, antes os equipamentos eram adquiridos e depois não tinham mais serventia para os eventos de menor abrangência, como no caso dos Jogos Panamericanos em que a maior parte dos equipamentos e até mesmo dos locais utilizados foram destruídos”, lembra Vulej.
O evento da Copa 2014 segundo o consultor têm uma visibilidade mundial gigantesca para o país e principalmente para as cidades sede. O ganho é calculado a longo prazo, sempre pensando no legado, em que Manaus vai ganhar visibilidade com uma imagem de cidade segura. “Em termos de lucro, é um excelente investimento”, completa. “São bilhões de pessoas assistindo os jogos. Um turista satisfeito é o melhor promotor de vendas que Manaus pode ter, e um turista insatisfeito é pior ainda”, alerta Vulej.

Investimento reforçado

A fórmula para equacionar o valor do projeto de segurança do turista se baseia em 10 a 15% do investimento total destinado a realização da Copa 2014. “A segurança precisa ser bem estruturada para garantir a boa imagem do local do evento, este é o legado das Copas para as cidades sedes”, frisou Vulej.
O Centro Histórico de Manaus ganha atenção especial do poder público, com foco na segurança do turista na Copa 2014. A primeira ação do projeto de revitalização será nas ruas do Centro que deve receber sinalização turística padronizada, de acordo com os organizadores do evento.
O projeto será implantado pela Amazonastur, com o apoio do Ministério do Turismo. O valor do investimento recebeu reforço de mais R$ 7 milhões. Parte da verba de R$ 2 milhões já foi liberada para a primeira fase do projeto.
O objetivo deste projeto é sinalizar os pontos turísticos do Centro e do corredor viário que vai até a Arena da Amazônia, estádio do Amazonas construído para realização dos jogos do mundial, localizada na zona Centro-Oeste da cidade.
Segundo a Prefeitura de Manaus, devem ser implantados balsas turísticas, torres de observação para pássaros, além de estações de city tour e a criação de um BioPark, até a Copa de 2014.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email