Bolsas fecham em alta com petróleo, bancos e FED

As bolsas européias fecharam em alta ontem, com os ganhos nos setores financeiro e de commodities, impulsionados pelo corte de juros do Federal Reserve (Fed, o BC americano) ontem, elevando as expectativa de crescimento na demanda nos EUA.
A Bolsa de Londres subiu 2,81% e fechou com 6.460 pontos; a Bolsa de Paris teve alta de 3,27% e ficou com 5.730,82 pontos; a Bolsa de Frankfurt avançou 2,32% e foi para 7.750,84 pontos; a Bolsa de Milão teve ganho de 2,10% e fechou com 31.172 pontos; a Bolsa de Amsterdã teve baixa de 2,36%, fechando com 543,54 pontos; e a Bolsa de Madri caiu 2,99%, indo para 1.590,99 pontos.
A decisão do Fed ontem foi recebida com euforia nos EUA, que se reflete ainda nos negócios de hoje, além de ter beneficiado as Bolsas asiáticas. As européias abriram em alta e seguiram no azul durante todo o dia.
Com o corte de juros do BC americano, a expectativa é que o crédito a consumidores e empresas fique mais barato, estimulando consumo e investimentos -e impedindo que a economia entre em uma recessão. Os mercados financeiros no mundo todo vêm passando por uma onda de abalos causados pelos problemas no mercado de hipotecas de risco nos EUA. O aumento da inadimplência provocou desconfiança entre investidores e clientes, o que levou algumas empresas especializadas nesse tipo de hipoteca (conhecido como “subprime”) fechassem as portas.
O setor petrolífero foi um dos beneficiados ontem com o otimismo dos investidores. Os papéis da British Petroleum, da francesa Total e da Royal Dutch Shell subiram, com o preço do petróleo no patamar de US$ 82 -o corte de juros do Fed elevou as previsões de consumo de combustível nos EUA, o que pressionou a cotação da commodity.
No setor financeiro, os ganhos foram registrados nas ações do Société Générale (+6,9%), do UBS (+3,6%) e do BNP Paribas (+5,1%).
A Bolsa de Tóquio recebeu com otimismo, com uma alta de 3,67% no fechamento de ontem, a decisão do FED de reduzir em meio ponto a taxa básica de juros e reduzir a crise financeira. O índice Nikkei 225, índice de referência do mercado japonês, encerrou o dia com 16.381,54 pontos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email