Bolsa de Londres fecha em alta, mas Paris cai com perda do BNP Paribas

A Bolsa de Londres fechou em alta de 0,29% nesta quinta, com 4.018,37 pontos no índice FTSE 100, mas a Bolsa de Paris teve ligeira variação negativa de 0,05%, ficando com 2.872,60 pontos no índice CAC 40

A Bolsa de Londres fechou em alta de 0,29% nesta quinta, com 4.018,37 pontos no índice FTSE 100, mas a Bolsa de Paris teve ligeira variação negativa de 0,05%, ficando com 2.872,60 pontos no índice CAC 40. O prejuízo do banco BNP Paribas no quarto trimestre acabou por tirar o foco do ganho da instituição no ano como um todo, e prejudicou o ânimo dos investidores franceses.
A Bolsa de Zurique teve o maior ganho do dia, de 0,71%, ficando com 4.990,52 pontos, refletindo o ganho nos papéis da gigante suíça do setor de alimentos Nestlé. Os papéis da empresa subiram 5,2%. O lucro líquido da Nestlé cresceu 69% em 2008, na comparação com 2007, para 18 bilhões de francos suíços (cerca de US$ 15 bilhões), segundo dados divulgados na quinta-feira.
A Bolsa de Frankfurt teve alta de 0,24% no índice DAX, para 4.215,21 pontos; a Bolsa de Milão registrou baixa de 0,36% no índice MIBTel, que ficou com 13.466 pontos; e a Bolsa de Amsterdã caiu 0,26% no índice AEX General, que ficou com 237,67 pontos.
As vendas da Nestlé cresceram 2,2% no ano passado, para 109,9 bilhões de francos suíços. Em comunicado, a Nestlé alerta que a desaceleração com a crise global “deve afetar a demanda” e os resultados deste ano.
No setor de tecnologia, o índice Dow Jones Stoxx 600 teve queda de 2,5%, depois que a HP (Hewlett-Parckard), a maior fabricante de computadores pessoais do mundo, apresentou uma queda de 13% em seu lucro líquido no primeiro trimestre fiscal (período de novembro do ano passado a janeiro deste ano) para US$ 1.854 bilhão.
Segundo a empresa, todas as suas áreas de negócio foram afetadas pela atual crise, até mesmo a de impressoras, que, como a de computadores pessoais e notebooks, viu sua receita anualizada despencar 10% –a HP informou que o número de PCs vendidos na comparação entre os dois períodos caiu 25%, enquanto a comercialização de notebooks e impressoras recuou 13% e 33%, respectivamente.
As ações da fabricante de celulares Nokia caíram 4,8%; as da Infineon Technologies caíram 6,7%; e as da companhia alemã de software SAP caíram 3,8%.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email