2 de dezembro de 2021

Balneários cada vez mais distantes de Manaus

Houve uma época, há pouco mais de 50 anos, Manaus era cercada e entrecortada por igarapés de águas límpidas onde a população tomava banhos para se refrescar nos dias de calor. As principais referências foram o Parque Dez de Novembro, a cachoeira do Tarumã, a cachoeira alta do Tarumã, e a Ponte da Bolívia. Infelizmente esses belos balneários são coisa do passado, hoje totalmente poluídos. Mas se procurarmos, ainda encontraremos balneários nos arredores da cidade, distantes, como também o foram os citados antes, no seu auge.

Um deles, no Puraquequara, é o Casseta e Planeta, reaberto em julho sob nova administração, sofreu uma repaginada completa e está recebendo os visitantes diariamente, das 10h às 17h. Aos domingos, das 9h às 19h.

“O espaço estava fechado fazia algum tempo. Desde que o alugamos, realizamos uma limpeza geral, trocamos as madeiras do piso da área VIP, pintamos algumas paredes, grafitamos outras e criamos um cardápio próprio”, informou a empreendedora Greicy Mell, que está administrando o balneário com a sócia Cris Lima.

Cris Lima e Greicy Mell, sócias do empreendimento – Foto: Divulgação

Greicy é cearense, da cidade de Quixeré. Começou sua carreira de cantora de forró, com 17 anos, ainda no Ceará. Em 2001 veio a Manaus a convite de um empresário que promovia shows de forró na capital amazonense, em casas noturnas, e acabou ficando. Atualmente, além do forró, Greicy canta outros ritmos, sertanejo, romântico, brega, pop.

“O que o público pedir, eu canto. A minha carreira de cantora anda lado a lado com a minha vida de empreendedora. Tenho o quiosque Prime Lanche e Sorveteria, na loja Salmo 91, da Cidade de Deus, e um sex shop que atende somente com delivery”, informou.

Muita água

O balneário e restaurante Casseta e Planeta é formado por um igarapé que segue a partir do lago do Puraquequara. Mesmo na vazante, não seca. As águas correntes não são profundas e estão repletas de peixes, ora saltando na lâmina d’água, ou sendo caçados pelos pássaros que habitam a região. Um pequeno lago artificial, próximo ao igarapé, abriga pirarucus apenas para diversão dos visitantes, que podem adquirir ração no local para alimentar os peixes.

Uma cascata artificial, com ducha gelada caindo permanentemente, é o máximo para quem não souber nadar e não quiser se arriscar nas águas do igarapé. Ao lado do igarapé, há uma piscina infantil.

Banho de cascata, com água gelada, para quem não sabe nadar – Foto: Divulgação

“A água da piscina é de poço, mudada diariamente, para que as crianças possam tomar banho numa água sempre limpa”, falou.

Do outro lado do igarapé fica a área VIP, um espaço coberto inteiramente construído com madeiras, afastado do restaurante e do palco onde acontecem os shows musicais.

“A área VIP é para as pessoas que querem um pouco mais de tranquilidade. Podem tomar uma cerveja olhando as águas do igarapé, deitar em redes e até mesmo pescar. Não sei dizer quais peixes têm aí, mas tem peixes”, afirmou.

O restaurante possui uma área coberta, mas se o visitante desejar, pode ficar em mesas estrategicamente posicionadas sob as árvores existentes no terreno, inclusive coqueiros, de cujos frutos a água é servida para os interessados em se hidratar ante o calor de Manaus.

“Nosso ambiente é familiar. Aqui as pessoas vêm para se divertir, tomar um banho de rio, beber uma cerveja gelada, saborear uma deliciosa comida, ouvir música ao vivo comigo e cantores da casa e deixar os problemas para outra hora”, disse.

Sob as árvores, com cerveja gelada e comida saborosa – Foto: Divulgação

Pratos nordestinos

Além de cantar, é na cozinha que Greicy Mell também se revela. Ela própria prepara alguns pratos, e supervisiona outros, servidos no restaurante. Além dos regionais filé de pirarucu, do jaraqui no escabeche com farinha ovinha, da caldeirada de tucunaré, da sardinha frita, fazem sucesso a galinha caipira e a cabidela, e o pato no tucupi, porém, é no cardápio nordestino que Mell se supera.

“Ninguém prepara um carneiro ou porco guisado como eu. E ainda sirvo buchada de carneiro e farofa de tripa de carneiro. Esses pratos você só encontra aqui e com a marca registrada do Nordeste. Tudo é servido exatamente como na minha terra. As pessoas, às vezes, perguntam: não vem feijão? Nesses pratos, no Ceará, não acompanha feijão, então procuro ser fiel a como é servido lá”, explicou.

Carneiro guisado servido como no Nordeste – Foto: Divulgação

Aos domingos, acontecem os shows com apresentações ao vivo e sobem ao palco, a partir das 13h, Paula Magalhães, Cleberson Guedes e, quando dá tempo, Greicy Mell mostra o seu lado artístico. O espaço dispõe de uma pista de dança para quem quiser ‘desenferrujar o esqueleto’.

“Tenho seis CDs gravados. Podem pesquisar no YouTube. Tem vários videoclipes meus publicados lá”, revelou.

O balneário Casseta e Planeta está localizado na estrada do Puraquequara, próximo à fábrica da Amazon Aço. O ideal é colocar no GPS para facilitar a chegada até lá.

“Atendemos empresas para reuniões corporativas e confraternizações e alugamos para eventos fechados. Basta nos ligar: 9 9203-8334, e solicitar informações”, concluiu.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email