Após sessão cancelada, vereador propõe presença obrigatória nas reuniões de comissões

Desde o dia 15 de março, o vereador Waldemir José (PT) tem enfrentado resistência dos colegas da CMM (Câmara Municipal de Manaus) em assinar o projeto de resolução determinando desconto nos salários dos parlamentares que faltarem às reuniões das comissões e das sessões especiais (audiências públicas, homenagens, tribunas populares) sem justificar por escrito.
A notícia vem a calhar no dia em que a sessão plenária ordinária foi cancelada por falta de quórum por terem comparecido 11 dos 38 vereadores.
A explicação, segundo Waldemir, é que os vereadores já têm dificuldade em comparecer em sessões normais, ainda mais em sessões especiais.
Até agora, o projeto de resolução só recebeu 9 das 13 assinaturas necessárias, que visa alterar o parágrafo primeiro do artigo 96 e o parágrafo quinto do artigo 126, do regimento interno da Casa.
Assinaram o projeto, além de Waldemir, Ademar Bandeira (PT), Dr. Denis (PTB), Gilmar Nascimento (sem partido), Joaquim Lucena (PSB), Lúcia Antony, Luizinho Neves (PRP), Reizo Castelo Branco (PTB) e Paulo De Carli (PRTB). Para o vereador, isso demonstra a pouca importância que os parlamentares dão ao trabalho legislativo. “É falta de compromisso com a população que elegeu o vereador. Quando ele não participa, não dá importância ao tema e às pessoas que vão à Câmara debater os assuntos de interesse da sociedade”, ressaltou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email