2 de julho de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Anvisa recomenda uso de máscaras e distanciamento para evitar chegada da varíola dos macacos no Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) fez recomendações para tentar atrasar a chegada da varíola dos macacos ao Brasil. O órgão pediu um reforço no uso de máscaras e distanciamento, principalmente em aeroportos. Além disso, o Ministério da Saúde passou a monitorar a situação do vírus através de uma sala especial.

Até o momento, cerca de 120  casos foram confirmados e outros 30 são investigados. Pelo menos 15  países estão com casos da doença. A agência reitera que não há óbitos registrados até o momento e que, apesar do aumento, os casos ainda são poucos. As informações são do Estadão.

Brasileiro diagnosticado 

Na sexta-feira (20), a Alemanha anunciou o primeiro caso de varíola dos macacos nos país. O caso foi identificado pelo Instituto de Microbiologia da Bundeswehr em um brasileiro de 26 anos.

O paciente apresentou erupções cutâneas, um dos sintomas característicos da doença, após chegar na Alemanha. O brasileiro passou por Portugal, Espanha e estava há mais de uma semana em Munique, no sul da Alemanha.

O que é a varíola dos macacos?

A varíola dos macacos é da mesma família da varíola convencional, erradicada no mundo todo em 1980. A dos macacos, no entanto, é considerada bem menos grave e ocorre principalmente em países da África Central e Ocidental.

Os sintomas são febre, dor de cabeça, apatia, inchaços, dor muscular e principalmente erupções na pele, que geralmente aparecem no rosto e depois vão para outras partes do corpo como mãos e as solas dos pés. Essas lesões geram coceira antes de cicatrizarem.

Normalmente, o período de incubação do vírus varia de sete a 21 dias. Porém, os sintomas começam a surgir entre 10 e 14 dias após a infecção. A transmissão é feita por meio de contato direto com animais ou pessoas contaminadas, além de objetos infectados.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que o risco endêmico da doença é extremamente baixo, pois a doença é uma zoonose, ou seja, transmitida de animais para seres humanos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email