Amazonino ressuscita a “abelha”

Está no ar desde o último final de semana uma campanha publicitária nas redes sociais destacando as realizações do ex-governador Amazonino Mendes (ainda no Podemos) em suas gestões anteriores. Para falar delas, o veterano político resgatou um símbolo que caracterizou duas primeiras administrações – a abelhinha que trabalha sem parar. Também retomou o A estilizado usado naquela época. É o início de sua campanha para tentar conquistar o quinto mandato. O “Negão” empolgou-se ao tomar conhecimento de pesquisas que o colocam em primeiro lugar nas intenções de votos, bem acima do segundo colocado. Também avalia que os adversários não terão fôlego para repetir o que fez o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), que o venceu no ano passado usando basicamente a rua, já que Mendes não reúne mais condições de fazer uma campanha tradicional. O problema de resgatar símbolos de suas gestões é que eles também fazem o eleitor mais antigo se lembrar dos problemas que enfrentou.

MARQUETEIROS

Amazonino está trabalhando desta vez com um marqueteiro local, o jornalista Paulo Castro, que notabilizou-se pela campanha que reelegeu Alfredo Nascimento prefeito de Manaus no ano 2000. Mais recentemente o profissional comandou a corrida do mesmo político na tentativa de retornar ao Senado, mas dessa vez não logrou êxito. O antigo auxiliar do ex-governador, Marcos Martinelli, desta vez deve ficar com Eduardo Braga (MDB). O governador Wilson Lima (PSC) ainda não escalou o comandante de sua campanha de reeleição.

INCÓGNITA

Além de Amazonino, Braga e Lima, outro que também já definiu que disputará o Governo é o deputado estadual Ricardo Nicolau (por enquanto no PSD). O quinto nome seria o do senador Plínio Valério (PSDB), mas este tem muitos problemas a resolver, a começar pela má vontade de seu próprio partido, que quer ver o vice-governador Carlos Almeida disputando o cargo. O parlamentar também não tem certeza se terá fontes de financiamento. Sua entrada no páreo por enquanto é uma incógnita.

SENADO

A disputa mais acirrada até aqui parece ser mesmo a da única vaga do Amazonas no Senado, que estará em jogo em 2022. Por enquanto o senador Omar Aziz (PSD) e o ex-prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB) travam o duelo mais acirrado, com acusações de lado a lado. Os dois, que já foram aliados, hoje sequer conversam. E prometem uma guerra no ano que vem.

POR FORA

Correndo por fora nessa raia estão os candidatos de direita – Coronel Menezes (Patriota) e Chico Preto (sem partido). O primeiro aposta todas as fichas no apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o segundo acena com a possibilidade de ser uma espécie de outsider. Há quem garanta, entretanto, que o ex-vereador recua para tentar voltar à Assembleia Legislativa.

EMPREGOS

O Amazonas foi destaque nos rankings dos melhores desempenhos de trabalho em 2020, por meio do Sistema Nacional de Emprego, sendo um dos mais bem colocados entre os estados brasileiros. A informação consta em balanço divulgado pela Secretaria Executiva do Trabalho e Empreendedorismo, órgão da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, reunindo números de quatro indicadores levantados pelo Governo Federal.

MARIA DA PENHA

De janeiro a julho deste ano, 842 mulheres receberam acompanhamento do Ronda Maria da Penha, da Polícia Militar do Amazonas, em Manaus. Atuando em toda a capital amazonense, o policiamento especializado é voltado à defesa da mulher vítima de violência doméstica e familiar. Comandado pela capitã Clésia Franciane, o Ronda Maria da Penha acompanha mulheres que solicitam na Justiça a medida protetiva de urgência, prevista na Lei Maria da Penha 

ANIVERSÁRIO

fuam
Foto: Divulgação

A Fundação Alfredo da Matta celebra no sábado (28) 66 anos de história. Para comemorar a data, a instituição fará uma programação especial na semana que antecede o aniversário, incluindo uma mostra científica e o lançamento de dois importantes projetos institucionais: a Pedra Fundamental do Hospital Dia Dr. Luiz Cláudio Dias e a entrega de calçados adaptados para pacientes de hanseníase.

NOVO MUTIRÃO

vacinação
Foto: Diego Peres/Secom

Ao receber 159.250 doses de vacinas do tipo AstraZeneca, ontem, no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, o governador Wilson Lima anunciou a realização de mais um mutirão Vacina Amazonas em Manaus. Serão 33 horas de ação para completar o esquema vacinal contra a Covid-19 da população com 40 anos ou mais, que tenha recebido a primeira dose até 28 de junho.

FRASES

“Não é brownie, é maconha.” Paulo Mavignier, delegado de Narcóticos, alertando os pais amazonenses sobre a venda de um bolinho com a droga

“É como se não existisse protocolo sanitário.” Ana Cristina Rodrigues, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação, sobre o retorno às aulas presenciais

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email