Pesquisar
Close this search box.

Águas de Manaus, Governo e Prefeitura vão construir estação de tratamento de esgoto

Compartilhe:​

Só na capital amazonense, mais de 275 mil pessoas se beneficiarão com as obras direcionadas à expansão de esgotamento sanitário e saneamento básico.

O termo de Cooperação Técnica para execução das obras de Saneamento Básico em Manaus foi assinado dia 16 de maio passado pela Empresa Águas de Manaus.

O objetivo é de acompanhar o desenvolvimento da cidade, garantindo a distribuição de água para toda a população além de ampliar o sistema de esgoto sanitário com a implantação de redes coletivas e a construção da Estação de Tratamento de Esgoto.

A iniciativa é uma parceria da concessionária Água de Manaus com a Prefeitura de Manaus e o Governo do Estado do Amazonas. Durante a realização do evento de assinatura do Termo, o governador Wilson Lima e o prefeito David Almeida estiveram presentes, além da presença de representantes de outros órgãos do Estado e do município.

       Meio Ambiente: Prioridade!

A ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) da Raiz  será uma das primeiras a ser entregue e terá capacidade para tratar mais de 31 milhões de litros de esgotos por dia, com destinação correta aos afluentes e evitando que eles sejam despejados, diretamente, na natureza, beneficiando mais de 200 mil pessoas só na capital.

Assim, o sistema de Esgoto Sanitário compreende trechos do Prosamim entre as zonas Leste e Sul da cidade, havendo ainda, a construção de mais de 60 quilômetros de rede coletora pela UGPE  (Unidade Gestora de Projetos Especiais) e de 6 EEEs ( Estações Elevatórias de Esgoto) nos bairros que compõem a bacia do Igarapé do 40 com Japiim, Comunidade da Sharp e Distrito Industrial.

     União no Trabalho

Segundo o prefeito de Manaus, David Almeida, “nós avançamos para 26% de cobertura de esgoto na cidade. Só na distribuição de água, conta ele, já temos 99% da população, fruto do trabalho responsável da Águas de Manaus, disse.

Convém lembrar ainda, que fora os trabalhos de parceria conseguiram ampliar o número de famílias pela tarifa manauara. “A nossa insistência, conta o prefeito, colaborou para o lançamento da Tarifa e hoje, temos o maior índice do Brasil de pessoas alcançadas pela tarifa social”, reiterou.

O diretor-presidente da Águas de Manaus, Diogo Dal Magro, disse que investir em saneamento é pensar na sociedade como um todo.

É relevante lembrar que: quando falamos em saneamento, estamos falando o que é preservação sobre saúde corretiva. É agir na hora! Agir para que não se proliferem doenças. “Obviamente o saneamento é o maior investimento que pode ser feito para se preservar o meio ambiente, para garantir o futuro do meio ambiente”, finalizou Diogo.

Reportagem: Lia Mônica

Redação

Redação

Jornal mais tradicional do Estado do Amazonas, em atividade desde 1904 de forma contínua.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Notícias Recentes

No data was found
Pesquisar