2 de julho de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Caderno: Politica

Bolsonaro diz que ‘exagerou’ sobre botar cara no fogo por Milton Ribeiro, mas critica prisão

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta quinta-feira (23) que “exagerou” ao afirmar que botaria a “cara no fogo” pelo ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, que foi preso na última quarta-feira (22), mas solto nesta quinta (23) por decisão da Justiça.Apesar disso, o chefe do Executivo criticou a detenção de Ribeiro e disse que ela foi dada por um juiz que já deu outras decisões contrárias ao governo e que tenta “desgastar” sua gestão.“Eu falei lá atrás que botava a cara no fogo por ele. Eu exagerei, mas boto minha mão no fogo pelo Milton, assim como boto por todos

Justiça autoriza quebra de sigilo de Milton Ribeiro, sua esposa e pastores ligados a Bolsonaro

Além da prisão de Milton Ribeiro, o juiz Renato Borelli, da 15ª Vara Federal em Brasília, autorizou a quebra dos sigilos bancários do ex-ministro, de sua esposa, Myrian Pinheiro Ribeiro, e da filha e do genro do pastor Arilton Moura.Empresas ligadas aos pastores Gilmar Santos e Arilton e o ex-assessor do MEC, Luciano Musse, também tiveram os sigilos afastados.Um dos motivos para a quebra foi a venda de um automóvel por Ribeiro para o pastor, cuja transação foi encontrada pela Controladoria-Geral da União.Segundo o relatório da CGU, a venda se deu após o surgimento de denúncias de irregularidades no Ministério

Frente parlamentar critica voucher a caminhoneiros: ‘Nem R$ 5 mil resolve’

O deputado federal Nereu Crispim (PSD-RS), presidente da Frente Parlamentar dos caminhoneiros no Congresso, criticou a proposta avaliada pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) de criar um “auxílio-caminhoneiro” no valor de até R$ 1 mil por mês. Por meio de nota, o parlamentar disse que “nem 5 mil reais resolvem” e ainda acusou a medida de ser uma “presepada”. “Há inclusive algumas vedações para criar essas mágicas assistencialistas devido a ser ano eleitoral! Vamos aguardar a presepada que irão inventar! Estão, como se diz no dito popular, como baratas tontas tentando há quase quatro anos tentando efetuar alguma entrega

Lira reúne Bolsonaro, Moraes, governistas e oposição em jantar para Gilmar

Um jantar realizado na Residência Oficial da Câmara dos Deputados na noite desta quarta-feira (22) reuniu integrantes dos três Poderes, incluindo o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal).O magistrado, relator de inquéritos com Bolsonaro e seus aliados como réus, é um dos principais alvos do presidente.Este é o primeiro encontro dos dois desde que o chefe do Executivo passou a se queixar publicamente de uma quebra de acordo com parte do ministro, no ano passado -fato que Moraes e o ex-presidente Michel Temer, que presenciou a conversa, negam.O jantar foi uma

Defesa de ex-ministro Milton Ribeiro diz que prisão foi ilegal e pedirá liberdade

O advogado do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, preso na manhã desta quarta-feira (22), afirmou que irá entrar com um pedido de habeas corpus para libertar seu cliente, sob o argumento de que as suspeitas apontadas para justificar a prisão não são contemporâneas.“Vamos entrar com pedido de habeas corpus visando o reconhecimento da coação ilegal imposta, especialmente porque os fatos são pretéritos e sem contemporaneidade. Não se poderia decretar a medida excepcional”, diz a nota assinada pelo advogado Daniel Bialski.Ele diz também que a razão da prisão preventiva é “injusta, desmotivada e indiscutivelmente desnecessária”.Ribeiro foi preso em meio a uma

General Villas Bôas, símbolo de adesão dos militares a Bolsonaro, deixa o governo

O general Eduardo Villas Bôas foi exonerado nesta terça-feira (21) do cargo de assessor especial do ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República.Villas Bôas, 70, foi comandante do Exército de 2015 ao começo de 2019 e, no início do governo, o presidente Jair Bolsonaro (PL) chegou a afirmar que ele foi “um dos responsáveis” pela sua chegada ao Palácio do Planalto.A saída dele do governo foi publicada em edição extra do Diário Oficial e ocorreu a pedido do próprio militar. Villas Bôas tem esclerose lateral amitriófica (ELA) e deve se dedicar mais à saúde após deixar o

Em reunião com Lira, deputados defendem baixar o tom contra a Petrobras

Na reunião com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), na noite de segunda-feira (20), líderes partidários manifestaram preocupação com o tom da ofensiva da Casa contra os reajustes dos combustíveis.O próprio Lira tem feito críticas pesadas à estatal, como num artigo publicado no jornal Folha de S.Paulo no domingo (19).Não porque o problema não seja grave -a maioria relatou estar sendo cobrada pelos eleitores e há um receio com os efeitos na urna.Mas porque o tom adotado pode acabar trazendo para o colo dos parlamentares a responsabilidade de uma questão para a qual eles não dispõem de muitas ferramentas

“Tem Aldeia na Política” traz aos povos indígenas informações sobre as Eleições 2022

Com o foco de apresentar informações para que os povos indígenas participem de maneira mais crítica e consciente do processo eleitoral, foi produzido o documento “Tem Aldeia na Política – Eleições 2022: o que está em jogo?”. O lançamento oficial do material irá ocorrer, na tarde desta quarta-feira (22), em formato remoto. A publicação foi elaborada pelo Fórum de Educação Escolar e Saúde Indígena do Amazonas (Foreeia) e pela Frente Amazônica de Mobilização em Defesa dos Direitos Indígenas (Famddi), com o apoio da ADUA. “Nosso compromisso é o de suscitar, por meio desta publicação, o debate nas comunidades e organizações

Veja as medidas que o governo estuda para pressionar a Petrobras

A Petrobras despertou a ira da classe política ao anunciar, na sexta-feira (17), um novo reajuste de 5,2% na gasolina, após 99 dias sem aumento no combustível. Já o diesel teve alta de 14,2%, após 39 dias de preços congelados.Nos dias que antecederam o anúncio, a empresa já vinha sofrendo ataques e pressão para que segurasse o preço dos combustíveis. Após terem seus apelos ignorados, o presidente Jair Bolsonaro, a cúpula do Congresso e outros atores políticos reagiram de forma contundente.Bolsonaro classificou o reajuste de “traição com o povo brasileiro” e defendeu a criação de uma CPI (Comissão Parlamentar de

Centrão apoia ofensiva contra Petrobras; PT discute estratégia

A ofensiva política contra o reajuste dos preços dos combustíveis anunciado pela Petrobras tem o apoio de líderes dos partidos do centrão. Mas a tendência é que o pacote seja amenizado em caso de mudança de rumo na gestão da estatal ou rápida troca de comando da empresa.As ameaças de retaliação à Petrobras vieram à tona pouco depois da confirmação do aumento nos preços dos combustíveis, nesta sexta-feira (17), e partiram do presidente Jair Bolsonaro (PL), e de aliados dele, como o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e o ministros.Líderes de partidos governistas e independentes estão alinhados a Lira,

Fundo eleitoral: veja como será a divisão dos R$ 4,9 bilhões entre os partidos; União, PT e MDB lideram

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou como será feita a distribuição dos R$ 4,9 bilhões reservados no Orçamento 2022 para o Fundo Especial de Financiamento de Campanha – conhecido popularmente como “Fundo Eleitoral”. A divisão é baseada no número de deputados e senadores eleitos por cada partido político em 2018 e desconsidera as mudanças nas bancadas ocorridas ao longo dos últimos quatro anos. As federações partidárias – novidade para as eleições deste ano – são tratadas como um “partido único” e, por isso, recebem o montante somado previsto para cada sigla. Três federações foram aprovadas pelo TSE: PT-PCdoB-PV, PSDB-Cidadania e PSOL-Rede. Segundo o TSE,

Após pesquisas, Tereza Cristina ganha força para vice de Bolsonaro

O nome de Tereza Cristina (PP-MS), ex-ministra da Agricultura, voltou a ganhar força nos últimos dias para ser a vice na chapa de Jair Bolsonaro (PL-RJ) que disputará a reeleição. Até o momento, o principal cotado é Walter Braga Netto (PL), general da reserva e ex-ministro da Defesa. No entanto, líderes do PP, PL e Republicanos estão defendendo incisivamente que o presidente opte pela ex- ministra para tentar melhorar sua proximidade junto às eleitoras e angariar votos femininos. As últimas pesquisas de intenção de voto que mostraram uma estagnação nos números do presidente Jair Bolsonaro e a possibilidade de o