11 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Vendas facilitadas de motocicletas impulsionam indústria

Vendas de motocicletas no atacado registra alta de 17,2% nos seis primeiros meses do ano, e impulsiona o aumento de 8,4% de sua produção na indústria. Segundo dados divulgados, ontem (11), pela Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares),o repasse para as concessionárias atingiu 528,7 mil unidades, ultrapassando as 451,3 mil motos repassadas em 2018. 

Em junho, o volume de repasse paras as concessionárias foi de cerca de 72 mil unidades, representando uma alta de 41,9% em relação ao mesmo mês de 2018, quando atingiu 50,8 mil unidades. Na comparação com maio, quando foram enviadas às lojas 95,6 mil motos, houve uma queda de 24,6%.

De acordo com o presidente da Abraciclo, Marco Fermanian, o bom desempenho das vendas está relacionada principalmente à compras parceladas, através da mobilidade Consórcio, que corresponde a um terço do volume de vendas e a outra, quase 40% vendas financiadas. 

“Marcas ligadas a banco apontam que os agentes financeiros têm aumentado o apetite por financiar esses clientes. Esse aquecimento da oferta de crédito é um fator. Outro fator é o fato de a frota de bicicletas no País ser bastante significativa. São 27 milhões de motocicletas, quase 25% da frota de veículos total”, disse.

A média diária de vendas em junho foi de 4,2 mil motocicletas, considerando-se os negócios realizados em 19 dias úteis. O volume representa uma alta de 19,4% em relação a junho do ano passado que atingiu 3,5 mil unidades/dia , com 21 dias uteis. Em comparação com maio (4,4 mil unidades/dia), houve uma queda de 5,4%.  De acordo com dados analisados pela Abraciclo, o volume comercializado por dia útil em junho representa a melhor expectativa alcançada pelo setor desde de junho de 2015 (4,8 mil unidades/dia).

“O que a gente tem produzido e fornecido às redes de concessionárias vem se refletindo no varejo correspondendo aí no período de 16% de crescimento. Por modalidade o grande destaque é a venda financiada, o consórcio andou de lado, a carta de crédito cresceu. E a venda à vista registrou crescimento, lembrando que grande parte dessa modalidade é cartão de crédito, muitas das vezes os próprios concessionários financiam os consumidores, então não é aquele à vista no dinheiro. E evidentemente que a grande parte disso é a troca de usados por novos que tem sido bastante acelerado”, disse. 

Emplacamento no Amazonas

De acordo com dados do Renavam  (Registro Nacional de Veículos Automotores), no primeiro semestre de 2019 foram licenciadas 9.421 motos, alta de 20,6% em relação ao mesmo período do ano passado (7.810 unidades). Em Manaus, os emplacamentos somaram 5.763 motocicletas, alta de 16,9% em relação aos primeiros seis meses de 2018 (4.931 unidades).

Em junho, os licenciamentos atingiram 1.618 unidades, representando uma alta de 26,7% na comparação com o mesmo mês do ano passado (1.277 unidades) e queda de 4,9% em relação a maio de 2018 (1.072). Em Manaus foram licenciadas exatamente 1.000 motocicletas no mês de junho, uma alta de 19,5% ante as 837 unidades registradas no mesmo mês do ano passado. Em relação a maio deste ano a queda foi de 5,7%, quando produziu 1.061 unidades.

“No interior do Amazonas o crescimento de vendas foi ainda maior, lembrando que principalmente de forma geral, quanto mais distante a gente vai dos grandes centros, a possibilidade motos emplacadas é maior. O crescimento de motos emplacadas no Amazonas é bastante significativa”, explicou Fermanian. 

 

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email