29 de junho de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Um fim de semana no museu! Programação vai até domingo em Manaus

Encerra neste domingo (22), a Semana Nacional de Museus. A 20ª edição da Semana, coordenada pelo Instituto Brasileiro de Museus, iniciou na segunda-feira (16), e este ano tem como tema ‘O poder dos museus’. Em Manaus, só o Palacete Provincial, localizado na praça Heliodoro Balbi, a popular praça da Polícia, abriga cinco museus: de Arqueologia, da Imagem e do Som, de Numismática, Tiradentes e a Pinacoteca do Estado.

O Palacete, por si só, já é um museu. O prédio foi fundado em 1874 e, por mais de 100 anos, funcionou como Quartel da Polícia Militar do Amazonas. Em 24 de março de 2005 passou por um restauro, sendo reinaugurado, em 2009, como Palacete Provincial, aberto a visitação pública gratuita.

“Qual é o poder de um museu? É ser um espaço de lazer, onde o visitante vai em busca de mais conhecimento e cultura. Durante a pandemia nos reinventamos porque conseguimos continuar com nossas ações sendo realizadas de forma online, levando ao público as nossas programações e tendo uma grande participação de quem estava em casa”, falou Janete Souza, diretora do Palacete.

“Quando reabrimos nossas portas, em julho de 2021, pudemos perceber a força e o poder que os museus têm. Foi incrível o acesso das pessoas, depois de meses confinadas em casa. Todos estavam sentindo falta dessa energia que existe dentro de nossos espaços. Um museu tem o poder de atrair o público para visitá-lo”, disse.

Oficina de fotografia

Além das exposições que já fazem parte dos cinco museus do Palacete, o destaque deste final de semana é a exposição ‘Fayga Ostrower: do figurativo ao abstrato’, artista plástica polonesa que veio para o Brasil fugindo da Segunda Guerra e fez do país sua segunda pátria. Gravadora, pintora, ilustradora, escritora, teórica da arte e professora, Fayga veio para o Brasil em 1933 e, entre 1954 e 1970, lecionou teoria da arte, composição e análise crítica no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. As 71 obras da artista, entre quadros e serigrafias, foram doadas à Pinacoteca do Estado.

“Pretendemos levar a exposição de Fayga para alguns municípios do Amazonas”, adiantou.

Neste sábado, a principal atividade no Palacete é uma oficina de fotografia.

“A oficina começou sábado passado, continua neste e ainda terá uma terceira edição no próximo sábado. Está sendo realizada no auditório do Palacete, das 9h às 12h, e qualquer pessoa pode participar. A meta inicial era atender a 60 interessados, mas a procura foi tanta que resolvemos aumentar para 100”, informou.

Passear pelos espaços do Palacete Provincial é obter muito conhecimento num mesmo espaço. No Museu de Arqueologia o visitante pode saber um pouco como é o trabalho dos arqueólogos realizado em Manaus e municípios do Estado. O Museu da Imagem e do Som apresenta atualmente uma exposição do diretor de teatro Wagner Melo, mas chama a atenção o equipamento fotográfico e de filmagem utilizado pelo fotógrafo/cineasta Silvino Santos, há mais de cem anos. Nesse Museu estão acervos fotográficos de Guilherme Santos, filho de Silvino, e de Ulysses Oyarzábal, que também enriquece o Museu de Numismática com suas moedas de ouro. Parte do acervo de fitas K7, CDs e DVDs do empresário Joaquim Marinho estão neste Museu que possui 240 mil peças. O Museu de Numismática, um dos maiores do Brasil, apresenta um acervo de aproximadamente 25.261 itens, enquanto o Tiradentes mantém a memória da Polícia Militar através de 800 peças, já a Pinacoteca possui 1.700 obras, com 243 expostas.

O Palacete Provincial funciona de terça-feira a sábado, das 9h às 17h.  

Museu da Cidade

O prédio do Paço da Liberdade, próximo à praça D. Pedro II, teve sua pedra fundamental lançada em 1871, para ser a sede do governo provincial, e desde 2005 o Museu da Cidade passou a fazer parte dele retratando a vida cotidiana, a identidade e a cultura de gerações passadas, em oito salas. Neste final de semana o Museu da Cidade comemora a Semana Nacional de Museus com atividades além dos seus espaços.

No sábado (21), acontece a oficina ‘O ladrilho hidráulico como ornamento arquitetônico na cidade de Manaus’, ministrada por Clíssia Monteiro e Felipe Pereira, no Centro de Arqueologia de Manaus, das 9h às 11h, com capacidade para 30 pessoas.  

No domingo (22), na Biblioteca Municipal João Bosco Pantoja Evangelista a oficina ‘Iconografia através das janelas do centro histórico de Manaus – desenho das janelas de Manaus’, da arquiteta e urbanista Suany Ximenes, será realizada das 9h às 11h30, para 30 pessoas.

“Programamos diversas ações ao longo da semana, com o objetivo de aproximar a população manauara do Museu da Cidade de Manaus, da nossa história, da identidade do povo manauara, promovendo o enriquecimento cultural da população e proporcionando aos participantes, uma experiência de viver a cidade como um campo museológico, além disso, levamos a programação para outros espaços culturais da prefeitura como o Centro Cultural Óscar Ramos, a Biblioteca Municipal e o Pavilhão Universal”, explicou Alonso Oliveira, diretor-presidente da ManausCult.

O Museu da Cidade funciona de terça-feira a sábado, das 9h às 16h.  

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email