Uber estreia viagens de moto

A Uber já está disponibilizando a modalidade Uber Moto em mais uma cidade. Desta vez, é Santo André, na Grande São Paulo, quem aderiu. A nova opção para locomoção pelo app faz uso de motoristas com motocicletas, e sai a um preço mais barato do que o UberX, atual alternativa mais em conta com carros.

O Uber Moto foi lançado em novembro de 2020 e já está presente em diversas cidades do país, entre elas Salvador (BA) e Manaus (AM). Por ainda ser uma modalidade nova, o aplicativo informa que o tempo para encontrar um motorista pode oscilar nos primeiros dias.

Motoristas já inscritos no Uber Eats para realização de entregas de refeições poderão também fazer uso da modalidade de viagens, tendo mais oportunidades de renda pelo aplicativo. Além disso, em algumas cidades, o Uber Flash Moto, que é a alternativa para que o cliente peça para o condutor pegar alguma encomenda e levar até a sua casa, também está disponível junto das outras duas.

“A partir de agora, os usuários vão poder contar com as viagens de moto para, por exemplo, circular por Santo André e também para se conectar com modais de transporte da cidade quando estiverem indo e vindo do trabalho de uma maneira ainda mais rápida”, afirma Silvia Penna, gerente de operações da Uber.

Além de Santo André, as seguintes cidades já contam com o Uber Moto:

  • São José do Rio Preto (SP);
  • Montes Claros (MG);
  • Uberlândia (MG);
  • Salvador (BA);
  • Manaus (AM);
  • Londrina (PR);
  • Anápolis (GO);
  • Rio Branco (AC);
  • Boa Vista (RR).

Protocolos de segurança

As viagens de Uber Moto contarão com os mesmos recursos de segurança oferecidos nas outras modalidades da plataforma, como seguro para acidentes pessoais tanto para os clientes quanto para os motoristas. Os condutores de Uber Moto, assim como a empresa já faz com os entregadores do Uber Eats, receberão conteúdo educacional sobre segurança viária, para estimular uma direção segura e o respeito às leis de trânsito. Os trabalhadores também passam por checagem de identidade via selfie e, por conta da pandemia, uma análise adicional sobre o uso da máscara.

Também por conta da pandemia, a Uber contratou um especialista para validar o protocolo de prevenção ao coronavírus específico para o Uber Moto. O trabalho foi realizado pelo médico Alexandre Naime Barbosa, que atualmente é o chefe do Departamento de Infectologia da Unesp e consultor para Covid-19 da Sociedade Brasileira de Infectologia e da Associação Médica Brasileira. As recomendações serão informadas tanto para os clientes quanto para os motoristas.

Entre as recomendações contidas no protocolo de saúde do Uber Moto, estão a necessidade de limpar as mãos e superfícies da moto com álcool em gel, que os clientes levem seus próprios capacetes, ou, se não for possível, que os capacetes extras estejam bem higienizados com produtos de limpeza e usados em conjunto com toucas higiênicas —essas que podem ser fornecidas pelos motoristas e ter o valor reembolsado pelo Uber.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email