Tecnologia contra os inimigos invisíveis

Definitivamente o mundo não será mais o mesmo após a pandemia provocada pelo coronavírus. Diversas mudanças de comportamento, que já estão acontecendo, se manterão, possivelmente, para sempre.

Um exemplo recente desse tipo de mudança aconteceu após o surgimento de outro vírus mortal, no início da década de 1980, o HIV. O uso do preservativo, a famosa camisinha, era secular, mas até 1979 propagandas de preservativos eram proibidas nos canais de TV dos Estados Unidos. Hoje a camisinha é encontrada com exibição destacada, nas drogarias, em diversos tamanhos, cores, cheiros e sabores sem nunca ter perdido, em 40 anos, o posto de melhor ‘arma’ na prevenção contra o HIV.

Quanto ao coronavírus, cientistas do mundo inteiro correm atrás da descoberta da vacina para debelar o inimigo invisível, que tem paralisado o planeta há meses, e logo a descobrirão, mas assim como foram descobertos os remédios contra o HIV e os cuidados para não contraí-lo continuaram, assim será com o corona. A diferença, agora, é que as ‘armas’, diferente da secular camisinha, têm um alto toque de ciência, modernidade e tecnologia, igualzinho àqueles filmes futuristas.

A alemã thyssenkrupp Elevadores é uma das maiores fabricantes de tecnologias de elevação do país: elevadores, escadas e esteiras rolantes, espaços por onde centenas, milhares de pessoas em condomínios e shoppings passam diariamente e, detalhe, colocando as mãos ou em aglomeração. Por isso a empresa apressou-se em desenvolver sistemas, ou melhorar os que já vinham sendo usados em seus produtos, para que os usuários possam continuar tendo um dia-a-dia normal e com mais segurança. Três destes sistemas vão ser utilizados em elevadores e um em escadas e esteiras rolantes.

Botoeira do elevador

O usuário vai poder ‘chamar’ o elevador e indicar o andar para o qual deseja ir sem tocar na botoeira.

“A botoeira sem toque é acoplada ao botão de pavimento que ‘chama’ o elevador e funciona por aproximação do usuário. A uma distância inferior a dez centímetros, o sistema identifica a presença do usuário e registra a chamada para onde ele deseja ir. O sensor pode ser instalado em elevadores já existentes, inclusive em modelos e marcas do mercado que estejam em operação”, explicou Joel Coelho, gerente do ITS (Centro Tecnológico e de Formação, da thyssenkrupp Elevadores), em São Paulo, onde foi desenvolvida a solução para as escadas e esteiras rolantes.

Touchless

O morador do prédio passa a ter um painel de controle pessoal no smartphone com os andares do prédio onde mora.

“O sistema touchless funciona a partir de um aplicativo da thyssenkrupp Elevadores que o usuário pode baixar no smartphone. Ao se conectar ao elevador, o app entende a quantidade de andares disponíveis e projeta a botoeira da cabina na tela do celular de cada passageiro, que digita o andar de destino”, informou.

“A versão touchless Pass também pode funcionar como controle de acesso a determinados andares, a partir de um pré-cadastro gerido pela administração do empreendimento. Neste caso, dentro da cabina, o usuário pode aproximar um cartão RFID, tag ou liberar o acesso conectado ao aplicativo exclusivo, que automaticamente o sistema reconhece o cadastro e libera a chamada para o andar. A conexão é feita via bluetooth. O sistema já existia, mais foi aprimorado para atender a demanda atual”, completou.

Esterilizador de elevadores

Uma luz esterilizadora atua fazendo circular o ar dentro do elevador.

“O sistema é composto por dois estágios. No primeiro, o ar passa por um sistema de filtros de micropartículas e de características bactericidas”, disse.

“No segundo estágio, o ar é dotado de um módulo blindado equipado com emissor de radiação UV-C. A luz ultravioleta da gama-C é um potente germicida, e no nosso produto, o módulo para esterilizar o ar é totalmente vedado à passagem da luz UV-C, portanto, sem risco para o usuário. O produto é novo e não utiliza gás nem produto químico. Trata-se de um módulo de luz germicida blindado, sem acesso a iluminação ultravioleta”, afirmou.

Esterilizador para corrimãos

Instalado internamente nos corrimãos de escadas e esteiras rolantes, mantém estes espaços esterilizados.

“O esterilizador UV-C é instalado internamente ao mecanismo da escada ou da esteira rolante. Isso garante que após a instalação as características originais do equipamento se mantenham em conformidade com as normas brasileiras (ABNT, NBR, NM195 ou NBR16734)”, informou.

“É uma solução ecologicamente correta que esteriliza a superfície do corrimão com o uso de luz ultravioleta. A luz é instalada na parte interna da escada ou esteira rolante, totalmente vedada ao usuário, e alimentada pela corrente elétrica da rede. As próprias características germicidas da luz ultravioleta eliminam os vírus, as bactérias e os fungos”, garantiu.

Joel Coelho concluiu avisando que mesmo depois de todas essas novidades altamente tecnológicas, o uso do álcool em gel e o velho hábito de lavar as mãos com água e sabão, são medidas de prevenção contínuas, que devem ser mantidas.

Fonte: Evaldo Ferreira

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email