Sem medo de empreender na crise

Pesquisa realizada pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), em agosto, mostrou que 6,7% dos donos de bares e restaurantes decidiram encerrar o negócio permanentemente por causa da crise causada pela pandemia. Mas existem outros empreendedores que pensam diferente e, ao contrário, viram na crise a oportunidade de ampliar seus negócios.

Maykon Gouveia é gaúcho e está há cinco anos, em Manaus. Ele inaugurou, em julho do ano passado, no Shopping Sumaúma, o Home Coffee. Em dezembro diversificou e abriu, no Ponta Negra Container Mall, o Risô Drinks & Foods, e acabou de inaugurar, também no Container Mall, mais uma loja do Home Coffee.

“Quem tem dinheiro para investir, este é o melhor momento, porque tem muita gente, pelos mais diversos motivos, que está desistindo de seus negócios, então se abrem oportunidades”, ensinou.

Antes de abrir a Home Coffee, Maykon decidiu que queria um café diferente dos regionais, já existentes em Manaus. Ele viajou até São Paulo para verificar o que os cafés de lá servem de diferente dos daqui.

“Eles destacam muito os grãos especiais de café moídos na hora, que passamos a servir na Home Coffee, mas não teve jeito. Os clientes amazonenses sentiram falta do tucumã, da banana frita, do ovo frito, da tapioca, então tivemos que regionalizar, porém, mantendo o café no estilo paulista”, destacou.

Maykon tem como sócias nos cafés, Brenda e Brena, especialistas na gestão das lojas tanto no Sumaúma quanto agora no Container Mall.

“Abrir esse café foi estratégico. Estando aqui na Ponta Negra, o cliente pode decidir se toma um delicioso café aqui na Home Coffee ou faz seu happy hour no Risô, degustando um variado cardápio de drinks e petiscos”, adiantou.

Se organizando para o Halloween, Maykon informou que o cardápio irá ganhar bebidas temáticas para quem gosta de comemorar a data e quer fazê-lo com café.

“Sim. Estamos pensando nos próximos investimentos, para o ano que vem. Estou verificando espaços no Vieiralves”, avisou.

Frutos da região de Goiás

Um casal que também não se intimidou com a situação ruim da economia a partir do final de março foi a pedagoga Suyanne Sousa e o marido, o engenheiro eletricista Cenival Sousa. Querendo sair dos limites de suas profissões, os dois resolveram investir num empreendimento próprio: a franquia da sorveteria Frutos de Goiás, consolidada naquele estado e procurando interessados em expandir a marca para o resto do país.

“Começamos as obras na futura loja da sorveteria em janeiro e a previsão era inaugurarmos em abril, quando tudo foi fechado, em Manaus. Ficamos dois meses com as obras paradas, retomadas novamente em junho com a previsão de reabertura do comércio, em Manaus, em julho, mas como tudo atrasou, só conseguimos inaugurar em 5 de setembro”, lembrou.

“Pra quem está começando como empreendedor, começar dessa forma, é complicado, mas é nessas horas que devemos ter paciência”, ensinou Suyanne.

O interessante da sorveteria de Suyanne e Cenival é eles trazerem para Manaus frutos da região do estado de Goiás. Vários de seus sorvetes e picolés são feitos com frutos praticamente inexistentes na capital amazonense como umbu, tamarindo, pequi, murici, mangaba, lichia, kiwi, jabuticaba, ciriguela, cajazinho, cajá-manga, cagaita, baru, bacuri, araticum. E agora farão um lançamento inusitado, o caipilé, mistura de caipirinha harmonizada com picolés.

Serão lançados seis tipos de caipilés, criados pela bartender venezuelana Nohemi Morillo como o jambu harmonizado com o picolé de umbu; ou o kiwi harmonizado com o picolé de leite condensado; ou ainda a especialidade da casa, com dois picolés de ciriguela.

“É uma nova tendência que está sendo seguida por várias sorveterias e, em Manaus, a Frutos de Goiás saiu na frente, harmonizando a infinidade de sabores de seus frutos”, falou Nohemi.

“Na Frutos de Goiás temos liberdade de usar os frutos de nossa região, desde que tenham como base os frutos da região de Goiás, tanto que temos o açaí na tigela, na taça ou na roleta, que pode ser montado com castanha ou pó de guaraná”, disse Suyanne.

“No Dia das Crianças estreamos um cardápio só para crianças com o ‘sonho de criança’, a ‘mini taça crocante’, o ‘palhacito’, entre outros, que fez tanto sucesso e acabou sendo incorporado ao cardápio fixo”, completou.

Para comemorar os 351 anos de Manaus, no próximo dia 24, sábado, a Frutos de Goiás vai regionalizar com a ‘taça caboquinha’ (sorvete de castanha e bacuri, geléia de tucumã com banana, banana frita e queijo coalho).

“Valeu o investimento. Os clientes têm nos prestigiado, inclusive alugando nossa sala para eventos”, concluiu Cenival.     

Serviço

O que: Home Coffee

Onde: Ponta Negra Container Mall – estacionamento com 400 vagas

Funcionamento: De segunda a segunda, das 16h às 22h; domingos e feriados, das 7h às 11h

Informações: 9 8276-2814 (faz delivery)

O que: Sorveteria Frutos de Goiás

Onde: Rua Visconde de Sepetiba com rua Barão de Jacuí – Parque das Laranjeiras

Funcionamento: De terça-feira a domingo, das 11h às 22h

Informações: 9 9121-8385 (delivery em breve)

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email