6 de dezembro de 2021

Programa busca incentivar empreendedorismo no país

O Governo Federal, por meio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, lançou nessa quinta-feira (21), o Programa Centelha MCTI, que busca incentivar a cultura empreendedora em todo o país e apoiar novas ideias. O projeto está na segunda edição e deverá contar com cerca de R$ 100 milhões, com a expectativa de apoiar a capacitação de 50 mil empreendedores, criar 1.350 novas startups e promover a cultura empreendedora em 26 estados e no Distrito Federal.

“O Brasil é o 14º produtor de conhecimento científico no mundo, mas temos de transformar esse conhecimento em inovação para gerar riquezas para o Brasil e benefícios para a nossa população”, afirmou o ministro substituto da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcelo Morales, durante cerimônia de lançamento do programa, no Parque Tecnológico Biotic, em Brasília.

Segundo o ministro substituto, o Governo Federal está investindo cerca de R$ 100 milhões nesta segunda edição do Centelha para estimular o empreendedorismo e a inovação em todos os estados do país e no DF. “ Esse é o caminho, manter o fomento à geração do conhecimento, que leva à inovação e ao empreendedorismo. Esse é o tripé para o desenvolvimento econômico do nosso país”, reforçou.

Aos projetos selecionados, o Programa Centelha oferece capacitações, recursos financeiros e outros tipos de suporte, a fim de impulsionar a transformação de ideias em negócios de sucesso. No Distrito Federal, a iniciativa irá selecionar 28 startups, com previsão de investimentos de R$ 1,6 milhão. Os projetos aprovados serão contemplados com até R$ 60 mil em subvenção econômica, além dos demais benefícios.

Para o vice-governador do DF, Paco Britto, o programa será um modelo no desenvolvimento de startups e vai contribuir para transformar a inovação em riqueza, com benefícios para o Distrito Federal e também para o governo federal. “Esse projeto simboliza e se encaixa perfeitamente nos objetivos desta gestão de melhorar o futuro.”

O presidente da Federação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF), Marco Antonio Costa Júnior, ressaltou que os parceiros envolvidos no Programa Centelha dão abrangência e ajudam a produzir resultados. “Acreditamos no empreendedorismo inovador como ferramenta de transformação para potencializar a geração de empregos, criação de empresas e oportunidades.”

Sobre o Centelha

O Programa Nacional de Apoio à Geração de Empreendimentos Inovadores – Programa Centelha – é promovido pelo MCTI, em parceria com as unidades vinculadas Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), além do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Apoio à Pesquisa (Confap).

Nesta segunda edição do Programa Centelha, que contempla o Distrito Federal, o MCTI e parceiros vão investir cerca de R$ 100 milhões, com a expectativa de apoiar a capacitação de 50 mil empreendedores e criar 1.350 novas startups. Em sua primeira edição, que teve início em 2019 e contou com a participação de 19 unidades da federação, o Programa Centelha atingiu resultados expressivos, tendo recebido a inscrição de mais de 15 mil ideias inovadoras, oriundas de 1.023 municípios, envolvendo 38,7 mil empreendedores em suas equipes. O programa já apoiou a criação de 482 startups inovadoras em todo o país.

Foto/Destaque: Wesley Sousa (SEAPC/MCTI)

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email