11 de abril de 2021

O recurso humano em nossas organizações

A história da administração mostra que cada novo momento é repleto de necessidades de um melhor relacionamento com pessoas no ambiente interno e externo das organizações

A história da administração mostra que cada novo momento é repleto de necessidades de um melhor relacionamento com pessoas no ambiente interno e externo das organizações. As pessoas precisam ser tratadas e geridas como pessoas para melhor produzirem trazendo rentabilidade para as empresas. Tudo nos leva a crer que quanto mais se evolui cientificamente mais se afasta do ser humano. Dizemos, muitas vezes, que este é o preço para o progresso e para se ter sucesso. Ledo engano, pois, o progresso existe para evoluirmos enquanto seres viventes e possuidores da razão. Contudo, nas organizações, já verificamos um novo momento de prosperidade e inteligência. A preocupação em administrar os funcionários/colaboradores fazendo com que eles estejam bem em seu local de trabalho é uma realidade. As Consultorias em Recursos Humanos vêm sendo procuradas para auxiliar neste novo momento que as empresas buscam transformar o departamento de pessoal (RH) em um departamento administrado de modo estratégico ou tentam dividir dentro deste departamento uma função operacional e outra estratégica, fazendo, quase sempre, a terceirização da parte operacional. Nunca a terceirização foi tão praticada em nosso país como nos dias atuais. Mas, muitas vezes, torna-se necessária a terceirização da parte estratégica ou pelo menos Consultorias nesta área.
No momento em que vivemos, as relações interpessoais são um grande diferencial no ser humano. Quando a organização olha para o ser humano (funcionário/colaborador) buscando sempre o seu melhor dando a condição necessária para desenvolver seu trabalho, tudo flui com mais rapidez e precisão e como consequência a comunicação passa a ser mais bem trabalhada, eliminando ruídos e consequentemente desperdícios dos mais diversos tipos principalmente de tempo. Assim, se vê mais lucros, mais disponibilidades, mais satisfação, enfim, a harmonia que sempre deve existir entre capital e trabalho passa a ser uma realidade. Pois, um não vive sem o outro, e cada um deve ser ponderado em suas necessidades e ações a fim de reduzir discordâncias, divergências desnecessárias para a continuidade saudável das relações. Devemos saber, também, que tais divergências sempre existirão, todavia, de modo inteligente devemos olhar como matéria-prima para o equilíbrio e não pólvora para a destruição.
As organizações com visão futurista já conseguem ver que a busca contínua de melhorias acelera o desenvolvimento de modo bastante satisfatório para a nova realidade do mercado. Verdadeiramente o que se necessita é ainda o amadurecimento de algumas relações entre o capital e o trabalho, pois, não somente o proprietário do meio de produção deve ponderar, o trabalhador, também necessita melhorar a sua visão como funcionário/colaborador do progresso de sua empresa. Um maior envolvimento nos projetos da organização pode ser um dos passos necessários para o início de uma grande parceria. Declara-se aqui a necessidade bilateral de uma melhor e maior convivência entre forças para se ver um progresso organizado e com perspectivas de melhores dias para todos os envolvidos na questão.
A terceirização da parte operacional do RH é uma necessidade e uma realidade atual. Este departamento precisa desenvolver projetos estratégicos internos e para isso o tempo é o diferencial. Se permanecer com toda a parte operacional e não desenvolver a parte estratégica dificilmente se terá grandes progressos e projetos. Para melhor desempenho deste setor, medidas administrativas devem ser tomadas para iniciar a real revolução intelectual das organizações que tanto necessitamos. Esta área da empresa precisa focar no desenvolvimento e crescimento do pessoal que compõem a organização. Não podemos também esquecer que em alguns momentos a empresa precisa de Consultorias para melhorar sua parte estratégica. Portanto, tanto a parte operacional como a estratégica podem solicitar ajuda externa de outras empresas especializadas.
Certamente, com a empresa pensando estrategicamente e sabendo buscar ajuda especializada quando necessário, teremos a consultoria e a terceirização certa fazendo com que os Recursos Humanos, também, pensem estrategicamente o que facilitará a resolução de problemas que hoje fazem parte do cotidiano de nossas empresas. Teremos recrutamentos, seleções, contratações, integrações, socializações organizacionais, treinamentos, análises de desempenho, reciclagens, capacitações, promoções enfim teremos uma empresa com rentabilidade garantida, colaboradores comprometidos com os resultados e sempre em crescimento positivo, poderemos estar até entre as 100 melhores, as 50 melhores, as 10 melhores empresas para se trabalhar neste país. Tudo isso é uma opção não só da empresa, mas, acima de tudo de todos os participantes do processo, incluindo aqui o capitalista e o trabalhador.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email