Nióbio do AM não pode ser explorado comercialmente

A reserva mineral de nióbio localizada na região denominada Cabeça de Cachorro,
no município de São Gabriel da Cachoeira (AM), na fronteira com a Venezuela e
a Colômbia, classificada entre as maiores do mundo, apesar da alta viabilidade
comercial, não pode ser explorada comercialmente porque está localizada em
território indígena e dentro das áreas de proteção ambiental Parque Nacional do Pico
da Neblina e da Reserva Biológica Estadual do Morro dos Seis Lagos. O total de minério
estimado na reserva é de cerca de 2,9 bilhões de toneladas de nióbio.
O nióbio é um raro e estratégico minério utilizado na industrialização de produtos
que suportem altas e baixas temperaturas como aviões e foguetes aeroespaciais. Indispensável
nas indústrias espacial e nuclear, várias ligas de nióbio são desenvolvidas
por sua leveza e por sua supercondutividade, muito superior a de outros minerais.
Seus principais derivados entram na composição de aços diversos, como nos aços de
alta resistência, usados na fabricação de tubulações para transmissão de gás sob alta
pressão, petróleo e água, por ser um poderoso agente anticorrosivo.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email