Marfrig prevê aquisição de US$ 266 mi

O Grupo Marfrig, um dos maiores frigoríficos brasileiros, anunciou ao mercado financeiro ontem ter firmado protocolos de entendimento para potencial aquisição de quatro empresas de seu segmento que operam na Argentina e no Uruguai, após a realização de processos de auditoria (“due diligence”) que devem estar concluídos em 50 dias. Juntas, as aquisições representam investimento de US$ 266.8 milhões, sujeito a ajustes após o término dessas auditorias.
A intenção é adquirir 70,51% da empresa argentina Quickfood, bem como a totalidade das ações de Establecimientos Colonia Ltda., empresa uruguaia pertencente ao mesmo grupo, e a totalidade das ações da Best Beef S.A. (Vivoratá) e da Estancias del Sur (EDSA), ambas na Argentina.
Líder na produção de alimentos derivados de carne bovina na Argentina e com quatro fábricas naquele país, a Quickfood tem como principais atividades o abate, produção, processamento e exportação de carne bovina e produtos dela derivados, incluindo cortes congelados de alta qualidade. Sua capacidade total de abate chega a 1.400 cabeças/dia, com processamento total de 180 ton/dia de hambúrgueres, frankfurters, cortes frios, e carne cozida congelada.
A Quickfood exporta para América Latina, Europa, Ásia e Caribe. Sua principal marca de hambúrgueres, Paty, é reconhecida em todos os principais mercados da companhia e detém cerca de 60% de market share na Argentina. Essa mesma marca de hambúrgueres é comercializada no Uruguai pela Colonia, onde tem market share de 45%.
A Colonia foi o maior estabelecimento exportador de carne uruguaia nos anos de 2004, 2005 e 2006, com capacidade de abate de 1.200 cabeças/dia e processamento total de 30 ton/dia de hambúrgueres e outros produtos congelados.

Outros projetos

O Grupo Marfrig também está de olho em outras duas empresas argentinas: a Vivoratá e a Estâncias del Sur. A Vivoratá tem capacidade de abate de 800 cabeças/dia de gado bovino e produz 15 ton/dia de hambúrgueres bovinos com as marcas Lola e Lolita. Já a Estâncias del Sur, localizada na cidade de Córdoba, tem capacidade de abate de 1.000 cabeças/dia de gado bovino. As duas empresas também vão passar por processos de auditoria antes de uma possível aquisição.
“O que acabamos de assinar foram memorandos de entendimento para compra dessas empresas. Ainda temos que aguardar o resultado das auditorias para concretizar os negócios”, afirmou o diretor de relações com investidores da Marfrig, Ricardo Florence.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email