Indústria puxa arrecadação estadual em fevereiro

De acordo do os números apresentados na última terça-feira pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), o setor industrial foi o grande responsável pelos números positivos da arrecadação estadual no mês de fevereiro.
De um montante de R$ 587,1 milhões arrecadados pelo Amazonas no mês de fevereiro, o PIM foi responsável por R$ 263,7 milhões em tributos –valor superior à soma dos valores registrados pelos setores de serviço (R$ 63,8 milhões) e comércio (R$ 213,7 milhões). Estes números representam um incremento de 5,2% na contribuição industrial em comparação com o mesmo período do ano passado –reflexo do recolhimento do ICMS referente à compra de insumos.
Já o setor do comércio, que no segundo mês deste ano recolheu 16% a menos se comparado ao mês de janeiro, também apresentou um aumento no pagamento de impostos (20,1%) quando comparado à fevereiro de 2012.
Apesar dos números inferiores do comércio em relação à indústria, o assessor em economia da Fecomércio, José Fernnando Pereira da Silva, minimiza a disparidade dos números. Para José Fernando, a contribuição do comércio está muito próxima do que é recolhido pela indústria. “O desempenho do comércio já está quase igual ao da indústria. Hoje o comércio tem uma participação muito grande na receita tributária estadual. Esse desempenho já se equiparou ao da indústria”, disse. De fato, quando a comparação é feita em reação ao acumulado no ano, comércio e serviços lideram a alta no ICMS, com 15,8% e 21% respectivamente, enquanto a indústria teve 4%.
Segundo informações da Sefaz, a expectativa é que a arrecadação estadual feche 2013 com uma alta total de 12%. Descontada a inflação o ganho real deverá ser de 6% em relação a 2012, ou seja, R$ 9 bilhões deverão ser pagos pelos contribuintes. Dos R$ 587,1 milhões pagos em fevereiro, o ICMS foi responsável por R$ 541,1 milhões.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email