Hissa Abrahão promete implantar Centros de Reabilitação para dependentes químicos

A criação de “Centros Públicos de Recuperação e Reabilitação para Dependentes Químicos” está entre as principais propostas para pessoas que sofrem com a dependência de drogas, informou o candidato ao Governo do Estado,  vereador Hissa Abrahão (PPS) em seu programa eleitoral. “Muitas famílias passam pelo sofrimento de terem um filho, irmão, um parente, vítima da dependência química, das drogas. Hoje, só em Manaus, aproximadamente 80 mil famílias passam por esse drama, de ter alguém com esse problema”.
Para Hissa, a dependência química, atualmente, pode ser considerada uma espécie de epidemia que precisa ser combatida como qualquer outra doença de fácil disseminação.  Ele lembrou também que embora seja uma forma de enfermidade, o dependente não fica doente sozinho. Toda a família sofre, causando total desestrutura familiar, principal causa da marginalidade no Brasil.
Por essa razão, afirmou o candidato do PPS, a proposta vai além do combate e prevenção as drogas. “O nosso governo vai se empenhar dia após dia para levar paz e a harmonia às famílias. Para isso, criaremos Centros Públicos de Recuperação e Reabilitação para Dependentes Químicos, um grande complexo com alojamentos adequados, profissionais capacitados, como: psicólogos, psiquiatra, terapeutas, assistentes sociais, enfim, equipes preparadas para restaurar pessoas, vítimas da dependência química”, explicou.
Outro projeto do candidato para o problema, é a formação de parcerias com empresas para reintegrar e  dar ocupação às  pessoas que estão lutando contra a dependência. Essa articulação e todo o apoio às famílias que sofrem com esse drama será dado através da criação da Secretaria Estadual AntiDrogas, que terá a competência de trabalhar a prevenção, combate, reabilitação e integração do dependente químico.
“Os últimos governantes não se preocuparam com esse drama familiar. É lamentável. Porque quando alguém começa a se envolver com as drogas, sua rotina muda, seu estado emocional também. O dependente que trabalha, acaba perdendo o emprego. Em seguida,  passa a roubar dentro da sua própria casa para alimentar o vício e depois segue com outros crimes fora do ambiente familiar. Por essa razão, sem o combate eficaz das drogas, nunca conseguiremos resultados satisfatórios no combate à violência”, finalizou Hissa Abrahão.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email