Fieam lança edição 2010 do PQA

A Fieam (Federação das Indústrias do Estado do Amazonas), por meio do Dampi (Departamento de Assistência a Média e Pequena Indústria), lançou ontem o edital de inscrição do PQA 2010 (Prêmio Qualidade Amazonas 2010). O evento está em sua 17ª edição e tem por finalidade propagar e incentivar a qualidade organizacional no Estado do Amazonas. O lançamento foi realizado no auditório do Senai/AM (Serviço de Aprendizagem Industrial do Estado do Amazonas), localizado no bairro Distrito Industrial, zona sul, mais exatamente na bola do Centro Cultural Povos da Amazônia.

Inovação tecnológica

De acordo com a coordenadora do programa, Erlen Montefusco, o PQA vem ganhando espaço dentro das fábricas e em diversas instituições governamentais, não-governamentais (ONGs) e educacionais, entre outras. Na última edição, o Dampi registrou 50 inscrições divididas entre as modalidades Processo e Gestão.
Na programação de lançamento do PQA 2010, o engenheiro eletricista, Manuel Augusto Pinto Cardoso, ministrou a palestra “Inovação tecnológica”. De acordo com Erlen Montefusco, o tema sugerido é de grande importância, visto que a expectativa dos organizadores do programa é divulgar as boas práticas desenvolvidas tanto em produtos, quanto -e principalmente-, nos processos inovadores das organizações do Estado.
“A meta é aumentar 10% o número de inscrições neste ano. Com a adesão das organizações públicas e privadas, estamos disseminando a excelência dos modelos sistêmicos em gerenciamento e processo de gestão”, destacou a coordenadora do Prêmio Qualidade Amazonas.

Critérios principais

Erlen ressaltou ainda que, para facilitar o entendimento das empresas candidatas ao PQA, o Dampi oferecerá cursos durante todo o mês de abril para que os participantes do prêmio possam compreender como apresentar os projetos e cumprir os critérios principais para que estejam aptos a serem classificados para a mostra da qualidade deste ano.
A novidade da edição do PQA deste ano é a apresentação de um questionário na modalidade Processo, descrita no regulamento do ciclo de 2010. Na avaliaçao da coordenadora do PQA, a nova formulação da divulgação do programa facilita o entendimento das metodologias solicitadas pelo evento.
As organizações participantes podem se inscrever em ambas modalidades, sendo que a rubrica categoria Processo é segmentada por porte -Grande, Média e Micro/Pequena- e setores -Indústria, Serviços/Comércio, Governamental, Organização com Fins Não Lucrativos, Educação e Saúde.
No caso da categoria de Gestão, há a diferenciação entre Grande, Média e Micro/Pequena Organização, além de Organização com Fins não Lucrativos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email