Feirantes movimentam mais de R$ 6 milhões nas Feiras da ADS

Em 25 de agosto comemora-se o Dia do Feirante, profissional que leva sabor e saúde às nossas mesas com o esforço diário de selecionar o melhor da produção agrícola para disponibilizar aos consumidores. Somente das feiras do Governo do Estado, a atividade tem movimentado R$ 6.169.446,00 em vendas durante as edições das Feiras de Produtos Regionais da ADS (Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas).

De acordo com o presidente da ADS, Sérgio Litaiff Filho, a ADS têm investido nas feiras para que estes profissionais, que também são os próprios produtores locais, tenham espaço para comercializar sua produção sem os ditos “atravessadores”.

“O que queremos é possibilitar o contato direto do produtor com o consumidor final e temos obtido êxito nessa missão. Os feirantes da ADS já ocupam um espaço no coração dos consumidores, pois nas minhas idas às feiras eu constato que cada um já tem sua clientela fiel a ponto de, no período da pandemia, os clientes ligaram para os feirantes para saber como eles estão. E isso é muito gratificante para nós”, contou. 

O casal Cláudia e Jorge do Nascimento já trabalham nas Feiras da ADS há três anos. Foi por meio da venda de bolos, pastéis, salgados e caldo de cana, que eles encontraram uma alternativa econômica após a aposentadoria. 

“Eu sou mineira e ele é baiano, já vivíamos há muitos anos em Manaus, quando fiquei conhecida no condomínio onde moramos, por fazer meus quitutes, até que um dia me recomendaram o cadastro para atuar nas feiras, que hoje tem sido o nosso sustento”, disse Cláudia do Nascimento. 

Questionada sobre o valor de ser feirante, Cláudia do Nascimento é direta, e diz o maior prazer vem da simplicidade e igualdade de todos em um mesmo ambiente.

“Na feira é todo mundo igual, não tem rico ou pobre. Isso é nosso maior presente”, sorriu a feirante ao declarar.

Com base no calendário de retomada das atividades econômicas, as feiras da ADS retornaram no dia 30 de julho, seguindo todas as normas de segurança e higienização. E, mesmo com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), conseguiu movimentar R$ 4,2 milhões por meio das Feiras da ADS, o que possibilitou a geração de renda para os profissionais envolvidos nas vendas de produtos via delivery e presencialmente.

Com o retorno das atividades, os feirantes e produtores cadastrados na agência podem aguardar novidade, é o que afirma o diretor técnico da ADS, Tomás Sanches. “Nosso retorno foi um sucesso, em poucas horas os produtores venderam tudo o que tinham. Estamos trabalhando para criarmos novos espaços para os feirantes venderem seus alimentos e, com essa receita, reinvestirem na sua propriedade, levando tecnologia, melhorando a produtividade, fazendo com que nosso Estado se torne autossuficiente na produção de produtos agrícolas”, explicou.

Política de compra de alimentos –Mesmo com a pandemia do novo coronavírus e a interrupção das feiras de modo presencial, o setor primário não deixou de receber apoio.

A política emergencial de compra de alimentos da agricultura familiar adotada pelo Governo do Estado iniciou em março deste ano e beneficiou 396 famílias de 17 municípios durante três meses de ação. Ao todo, R$ 4,8 milhões foram investidos na aquisição de mais de mil toneladas de alimentos regionais oriundos da agricultura familiar. Esses alimentos foram doados a pessoas em situação de vulnerabilidade social. Outra importante ação, durante a período do pico da pandemia, foi o incentivo à aquisição de produtos pelo sistema delivery. Nesse sentido, a Agência realizou intensa campanha de divulgação do serviço.

“Em breve vamos anunciar novos espaços de vendas para os feirantes que estão cadastrados mas ainda não conseguiram vaga para trabalhar, a fim de proporcionarmos uma alimentação saudável com produtos frescos e regionais, movimentando o setor primário e garantindo a renda dos feirantes e produtores”.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email