Fábrica flutuante estimula produção de açaí no interior

Um projeto inovador e relevante para o crescimento e valorização dos produtores ribeirinhos, vai beneficiar, por ano, cerca de 5 mil famílias que vivem nas comunidades do interior do estado do Amazonas. O projeto é idealizado pelos grupos de Transportes Bertolini e desenvolvido pela Valmont Solar com a concepção de uma balsa-fábrica abastecida por energia solar.

A fábrica é capaz de processar açaí sobre uma balsa para que  possa levar a indústria até o ribeirinho. “Assim, iremos coletar o açaí desses produtores extrativistas, açaí este que vem da floresta e compõe a renda dessas pessoas. A estrutura vai receber o fruto, processar e congelar o produto final (polpa de açaí) instantaneamente para garantir o produto mais fresco possível”, explica o assistente da presidência da empresa Transportes Bertolini, Fábio Gobeth.

O projeto vai injetar R$ 5 milhões por ano e tem  o investimento de R$ 20 milhões, a ideia é utilizar o açaí como matéria prima para a produção de polpa. Por enquanto, a fábrica  pretende beneficiar somente o açaí,  entretanto, possui capacidade de processar diversas outras frutas. Óleos e castanhas são realidades possíveis na balsa também.

Conforme Fábio Gobeth, o projeto foi pensado como uma maneira de retribuir ao Amazonas todo carinho recebido desde que a empresa de Transportes Bertolini, se instalou no Estado. “É um projeto que busca retribuir ao Amazonas o apoio que recebemos desde que a empresa iniciou no estado. Queremos proporcionar desenvolvimento regional com sustentabilidade aos ribeirinhos”. 

A primeira viagem está planejada para acontecer no sábado (22),  e navegará com destino ao município de Coari. Mas futuramente a embarcação seguirá pelas calhas dos rios Solimões, Japurá, Juruá, Purus e Madeira.

Capacidade

A fábrica possui a capacidade de processar 20 toneladas de fruto por dia que resultam em 12 toneladas de polpa de açaí. Toda essa polpa produzida será armazenada entre 3 câmaras frigoríficas que somadas possuem capacidade de armazenagem de 300 toneladas (cada câmara possui 100 toneladas de capacidade).

Funcionamento por energia solar 

A estrutura está equipada com 685 placas solares divididas entre: laterais, frente e parte superior que coletam a energia do sol e distribuem a energia em um sistema de baterias B-BOX off grid com 64 baterias disponíveis para armazenagem. Ressaltando que nosso projeto de baterias B-BOX off grid é o maior do mundo , projeto esse que foi desenvolvido pelas empresas: Bertolini, Valmont, BYD e SMA.

“Os trabalhos estão indo muito bem, fizemos os testes na nossa linha de produção e tivemos ótimos resultados, estamos dependendo de alguns detalhes finais para a primeira viagem da balsa prevista para o dia 22”. 

Emprego e renda 

Ele complementa que a balsa possui atualmente em torno de 20 pessoas diretamente empregadas e mais 50 empregos que serão gerados durante as viagens para alguns serviços na balsa (iremos contratar somente durante a viagem ribeirinhos para alguns cargos básicos).

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email