Euros Barbosa transforma poste em arte

Arte é arte, ainda que seja feita na superfície de um estático poste de iluminação pública. Talvez por isso o mais recente trabalho do artístico plástico Euros Barbosa esteja obtendo tanto sucesso. Ele conseguiu dar vida a um dos postes existentes no Largo de São Sebastião, localizado bem na frente do tradicional Bar do Armando.

“Há umas três semanas a Ana Cláudia (proprietária do Bar do Armando) entrou em contato comigo e disse que queria que eu fizesse uma pintura no poste, para substituir a que estava lá, desgastada pelo tempo. Pesquisei na internet e descobri que muitos artistas pelo mundo faziam aquilo. Eu pensei e concluí que poderia idealizar mais do que uma pintura. Foi então que tive a ideia de montar um mosaico”, afirmou Euros.

Euros tem uma longa trajetória no mundo das artes. Com 14 anos ele foi para o Rio de Janeiro estudar Belas Artes. Voltou um ano depois interessado em montar peças de teatro.

“Queria ser diretor das peças, mas acabava fazendo os cenários e os bonecos que iriam ser utilizados. Foi quando percebi que as artes plásticas me atraíam”, lembrou.

Em 1983 estreou sua primeira exposição, máscaras, na extinta Galeria Afrânio de Castro. E não parou mais.

“Eu gosto de mexer com tudo relativo às artes plásticas, desenho, pinto telas, faço esculturas e este mosaico montado no poste não foi o primeiro. Tenho uma mesa na minha casa há vários anos”, disse.

Inclusive no Jornal do Commercio Euros deixou sua marca. Seu primeiro emprego como chargista, em 1987, foi no JC. Até hoje ele se orgulha de ter feito a primeira charge colorida na primeira página de um jornal do Amazonas.

“Era o atual prefeito Arthur Neto fritando uma abelhinha, símbolo do então prefeito Amazonino Mendes”, riu.

No JC, além das charges e ilustrações, Euros foi responsável pela criação e edição do ‘Tuturubintetê’, suplemento infantil de 12 páginas.

Acompanhando a tendência

Depois o artista plástico ganhou o mundo com suas telas. Expôs no Louvre, em Paris; em Nova Iorque; Viena (duas exposições); Miami; Porto. Ultimamente Euros estava trabalhando no departamento de Artes da TV Encontro das Águas.      

“Quando decidi pelo mosaico, a Ana Cláudia topou e eu viajei no tema. Pensei em trabalhar a noite, a nostalgia, as estrelas, mas ela me lembrou que o Bar também abre durante o dia, então inclui o Sol, além da Lua. Fiz o projeto, mostrei pra ela, que o aprovou”, contou.

Para refletir a luz do Sol e lembrar as estrelas, Euros incluiu pedaços de espelho entre as peças de cerâmica. O também artista plástico Jandr Reis o viu colando os espelhos e contou que em Florianópolis, artistas que trabalham com mosaico, estão usando muito o espelho. Euros acompanhara a tendência sem saber.

“Fiquei três dias e meio montando o mosaico, ajudado apenas pelo Daniel Azevedo, um jovem que está começando nas artes. Levei o mosaico até onde começam os fios da energia, chegando a 3,5 metros de altura. Pegava a cerâmica, quebrava os cacos e ia colando com argamassa, depois finalizei com rejunte para que a superfície ficasse lisa. O tema da obra é Dia, Sol, Lua, Energias”, explicou.

Nem demorou para a mais recente obra de arte de Euros fazer sucesso. Mesmo quando ele ainda trabalhava na sua produção, as pessoas já paravam para tirar fotos. E a atração continua.

“Publiquei fotos no meu Instagram e tive tantas curtidas como nunca havia tido antes. Acho que esse poste vai virar um ponto turístico”, previu.

A arte de Rui Machado

“Eu conhecia o Euros somente através do Face e me identificava com o que ele postava. Agora, durante a pandemia, resolvi dar uma repaginada no Bar e no poste, que tinha um grafite ainda da época da Copa do Mundo de 2014”, falou Ana Cláudia.

A empresária havia pensado em uma nova pintura para o poste, quando Euros sugeriu o mosaico.

“Fiquei maravilhada depois que vi o projeto e mais ainda quando a coisa começou a acontecer. A cada dia do trabalho do Euros, o mosaico ia ficando mais bonito. Quando ficou pronto minha vontade foi encapar para não sujar”, revelou.

Ana Cláudia sempre gostou de ver arte no Bar, que durante décadas teve à frente o seu pai Armando Soares. Até hoje o local é frequentado por juízes, advogados, médicos, jornalistas e artistas das mais variadas vertentes.    

“Há algum tempo um projeto da Secretaria de Cultura colocou reproduções de quadros de pintores locais na frente de alguns prédios do Largo, inclusive aqui no Bar. Como o daqui já estava desgastado, pedi ao Rui Machado para substituir essa peça pela reprodução de um quadro dele, que agora também faz parte da decoração artística de nosso espaço, junto com a letra de uma música que ele compôs e ganhou o Fecani de 2018”, informou.

Na quarta-feira, 15, o Bar do Armando reabriu depois de fechado desde o final de março, devido à pandemia.

“Voltamos como sempre, um espaço de liberdade, repleto de artes e agora com uma obra de arte até no poste, na nossa frente”, comemorou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email