Está formada a Liga Nerd de Manaus

Para celebrar a data que ficou conhecida mundialmente como o Dia do Orgulho Nerd, o Mapingua Nerd reuniu produtores de conteúdo e entusiastas dessa cultura, com a missão de formar a Liga Nerd de Manaus. O encontro aconteceu na noite do dia 25 de maio, na livraria Saraiva MegaStore do Manauara Shopping. O espaço Thiago de Mello ficou pequeno para receber uma legião de nerds e simpatizantes que, em alto astral e com muita animação celebraram a data jogando a toalha. Já no mundo dos negócios este nicho de mercado está cada vez mais promissor. Mesmo diante da crise econômica, é o setor que vem crescendo entre os 10 primeiros. O segredo vem da fiel legião de adeptos (geeks), apaixonados pelo da cultura nerd ou cultura pop, como chamam hoje.
De acordo com um dos organizadores do evento, o publicitário Thiago Henrik, a festa também serviu para lançar oficialmente a ‘Liga Nerd de Manaus’ que nada mais é do que a união de grupos de produtores de conteúdo que fomentam a cultura nerd na capital amazonense. “No início da divulgação, percebemos uma grande aceitação do público. Reunir pessoas com o mesmo interesse e fomentar a cena nerd faz com que cada vez mais iniciativas e conteúdos legais surjam em Manaus, para deixar os nerds daqui ainda mais orgulhosos”, afirmou.
A Liga conta com 2Nerd programa de web-rádio; CineSet site especializado em cinema; House 137 estúdio de quadrinhos e o maior grupo de nerds reunidos no Facebook, AmazoNerd, com quase 11 mil membros. Todos unidos, agora linkados no Blog Mapingua Nerd, que tem como fundadores o trio formado por Thiago Henrik, Erlan Bindá e Fernanda Brandão. “Agora tudo fica concentrado no mapinguanerd.com.br e nas nossas redes sociais também”, destacou Fernanda.
A partir deste evento, começa todo o trabalho de reunir todas as produções da cultura pop manauara e disponibilizar no mesmo endereço virtual da primeira Liga Nerd, da região. “A ideia é que fique, unindo todo o produtor de conteúdo nerd de Manaus, para que a gente se fortaleça em conjunto. Para que a gente não deixe essa ideia morrer”, frisou Fernanda Brandão.

Negócio Nerd

Na visão corporativa, este negócio não para de crescer e vem atraindo adeptos de várias tribos. Para se ter uma ideia, o blog Mapingua Nerd começou com três amigos e hoje conta com 13 colaboradores na produção de conteúdo e eventos, desenvolvimento e atualização do blog, criação de logomarca e ícones, confecção de camisas personalizadas e divulgação por meio de assessoria de imprensa própria.
“A ideia surgiu quando estava numa viagem, tentando conhecer a cena nerd do local percebi que na internet tinha pouquíssima informação. Eu me dei conta que Manaus também não tinha nada do tipo. E, essa ideia de concentrar tudo num lugar, veio comigo dessa viagem. Eu conversei com alguns amigos e eles toparam na mesma hora”, relatou Fernanda Brandão.
O mercado nerd está cada dia mais poderoso. Segundo a revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios, o setor é formado por clientes exigentes, fiéis e que gastam muito. Aquela imagem estereotipada, por exemplo, os óculos fundo de garrafa e as roupas de gosto duvidoso, ficaram para trás. Hoje, os nerds representam um mercado lucrativo. “Nós estamos vivendo ‘A Vingança dos Nerds’, porque esse é um mercado que está na moda. Ser nerd é in”, afirma o professor de comportamento do consumo aplicado da faculdade ESPM-SP, Fábio Mariano.
Para o diretor de tecnologia da agência Sigu, Gabriel Santana, e também um dos criadores do site Nerdspot, voltado exclusivamente para este nicho de mercado, os nerds são sinônimo de bons negócios, inclusive na crise.
“Eles representam um mercado lucrativo, que está na moda e em alta”, afirma. Segundo ele, os nerds ou geeks são admiradores de videogames, computação, histórias em quadrinhos, séries de televisão, filmes de super-heróis e literatura nada comuns. “Só que antes, eram desprezados por sua baixa aptidão física, roupas e hábitos pouco comuns, mas agora se consolidaram como um importante seguimento mercadológico”, observou Santana.

Orgulho Nerd

Para quem pensa que os nerds não sentem orgulho do estereótipo pode ficar surpreso com o tamanho do entusiasmo de milhares de jovens e adultos que partilham gostos específicos da cultura pop. Existe até uma data mundial que celebra o sentimento e Manaus, finalmente, está incluída nas festividades, relata Juçara Menezes, a primeira convidada a fazer parte da equipe Mapingua Nerd. “Estou com eles desde o começo”.
Originalmente chamado de Dia da Toalha, em referência ao livro O Guia do Mochileiro das Galáxias, a data 25 de maio celebrava a obra do seu autor, Douglas Adams. Mas logo passou a englobar a cultura pop como um todo, ficando conhecida como o Dia do Orgulho Nerd.
Este ano, o blog Mapingua Nerd, principal difusor da produção deste tipo de conteúdo em Manaus, reuniu os geeks da cidade em um evento na livraria Saraiva MegaStore do Manauara Shopping, na quarta-feira (25) às 19 horas e aproveitou para formar a Liga Nerd de Manaus.
O evento contou com uma programação que todo entusiasta da cultura nerd adora. Foram mini-palestras sobre quadrinhos, cinema e produção local, disputa entre as rivalidades que dividem os nerds, jogos para testar conhecimento e muitos brindes.
A entrada gratuita atraiu os simpatizantes deste universo e também curiosos não-nerds, que tiveram a oportunidade de conhecer um pouco mais do conteúdo geek.

Personagem nerd

O jovem geek Luiz Gustavo Mourão ,12 anos, há três começou a gostar de Star Wars. Naquela época sofreu bullying na escola e entre os coleginhas só porque era nerd. “Isso realmente acontecia. Eles ficam falando: ah seu nerd, e sei lá o quê. Até que um dia, no mês de maio, eu vi que esse é o melhor mês de todos. Dia 4 de maio é o dia de Star Wars, dia 25 é Dia do Orgulho Nerd. O povo ficou calado e eu fui o nerd, super respeitado, da sala de aula desde então”, revelou.
Hoje, o jovem seguidor da cultura pop vem aumentando sua legião de admiradores. Por onde passa Luiz Gustavo esbanja simpatia e empolgação por esse universo nerd. “Eu gosto bastante de jogar vídeo game, entrar na internet, assistir animes, ver vídeo em YouTube e qualquer outra coisa relacionada a Star Wars, Dragon Ball ou quadrinhos, HQs eu gosto muito de ver coisas sobre isto”, disse Luiz Gustavo ao Jornal do Commercio.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email