Incubadora lança cinco novas empresas

Hoje, cinco novas empresas começam em seus respectivos negócios, ligados a criação de novos serviços e produtos tecnológicos inovadores. A oportunidade surgiu através da Incubadora de Empresas do Inpa/MCTIC (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações) durante processo seletivo nº 001/2015. As cinco empresas poderão ficar incubadas por um prazo de até três anos, podendo ser renovado por mais um ano, se for necessário.
De acordo com a coordenadora da Ceti, Noélia Falcão, a finalidade da Incubadora do Inpa/MCTIC é contribuir para a criação, desenvolvimento e maturidade de empreendimentos, focando os eixos de empreendedorismo, tecnologia, capital, mercado e gestão, de modo a assegurar o seu fortalecimento e competitividade. “O foco de atuação da incubadora são negócios voltados à Biodiversidade, Dinâmica Ambiental, Tecnologia e Inovação, e Sociedade, Ambiente e Saúde”, destacou.
Segundo Noélia Falcão, as empresas podem ser incubadas no Inpa/MCTIC em duas modalidades: residente ou não-residente. “No modo residente, a empresa incubada receberá espaço físico compartilhado com outros empreendimentos no prédio da incubadora e serviços por ela oferecidos”, explicou. Já na modalidade não-residente, o empreendimento tem o suporte da incubadora, mas não se encontra fisicamente instalado nela. “A empresa participa e usufrui, à distância, dos serviços e apoios oferecidos pela incubadora”, completou.
Na modalidade residente, as novas empresas que ficarão incubadas no Inpa, são quatro: Original Trade Consultoria Empresarial Ltda., cujos produtos a serem desenvolvidos são insumos para cosméticos. A Manahh Indústria e Comércio de Produtos Alimentícios Ltda., que inicia a produção da sopa creme instantânea de Piranha, usando tecnologia desenvolvida no Inpa, já licenciada para a empresa. A Peixe Folha da Amazônia atua na comercialização e exportação de peixes artesanais. E, a quarta empresa, é a Da Flora que irá produz adubos orgânicos. A quinta empresa é a K-MAT Soluções Hidro Sanitárias, com sede em Santarém (PA), que foi incubada na modalidade não-residente, ou seja, à distância e tem como principal produto o Biodigestor para embarcações navais.

Plano de Negócios

Planejamento aliado à uma boa proposta de negócio foram fundamentais para as cinco novas empresas serem selecionadas, em 2015. Segundo informou a assessoria de comunicação, vale ressaltar que o processo seletivo ocorreu no ano passado, e os empresários passaram por uma qualificação de potenciais empreendedores. Foi quando desenvolveram com o apoio da assessoria de especialistas do Inpa, o Plano de Negócios, para melhorar a qualidade das propostas apresentadas para a Banca da Avaliação, que selecionou os candidatos aprovados, dentro do número de vagas disponíveis.
Os candidatos passaram por um conjunto de 10 critérios para a escolha das cinco novas empresas incubadas, dentre as quais, a capacidade técnica; perfil empreendedor; grau de inovação do produto ou serviço; propriedade intelectual; viabilidade financeira; rentabilidade; relacionamento e comunicação; potencial de mercado; viabilidade técnica e parcerias.

Boas-vindas

Durante o evento de boas-vindas, as cinco novas incubadas receberam os contratos de incubação e as chaves das salas que sediarão seus empreendimentos. Os novos empreendimentos foram selecionados no processo seletivo nº 001/2015. Na Incubadora de Empresas, vinculada à Ceti (Coordenação de Extensão Tecnológica e Inovação) do Inpa/MCTIC, os empreendedores contam com um local especialmente criado para abrigar empresas iniciantes. Ainda oferece uma estrutura para estimular, acompanhar e favorecer o desenvolvimento de novos negócios oriundos de resultados de pesquisa para atividades produtivas.
Segundo a gerente da Incubadora de Empresas do Inpa/MCTIC, Larisse Drumond, o “Encontro de Boas-vindas” busca promover uma reunião de ambientação entre os novos empreendimentos. “A equipe técnica da incubadora e os coordenadores do instituto que integram a Comissão Técnica da Incubadora, e a Diretoria do Instituto.
No evento, os empresários receberam as chaves das salas onde os seus respectivos negócios serão desenvolvidos. Cada um dos empreendedores teve sua primeira prova de fogo, fazendo um pitch, -uma apresentação clara e concisa-, sobre seus produtos, processos e objetivos.
As incubadas novatas também receberam as boas-vindas do diretor do Inpa/MCTIC, Luiz Renato de França e o vice-diretor, Luiz Antonio de Oliveira, assim como dos coordenadores que integram a comissão técnica da Incubadora de Empresas, além dos membros das instituições externas que formam o Conselho Consultivo da Incubadora, como a Fapeam (Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Amazonas), o Cide (Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial), Ufam (Universidade Federal do Amazonas), Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus) e o Sebrae (Serviço de apoio as Micros e Pequenas Empresas).

Novas empresas incubadas no Inpa/MCTIC

Modalidade Residente:
3 Manahh Indústria e Comércio de Produtos Alimentícios Ltda. – sopa creme instantânea de Piranha
3 Original Trade Consultoria Empresarial Ltda. – insumos para cosméticos
3 Peixe Folha da Amazônia – comercialização e exportação de peixes artesanais
3 Da Flora Adubos – adubos orgânicos

Modalidade Não-Residente:

3 K-MAT Soluções Hidro Sanitárias, com sede em Santarém (PA) – Biodigestor para embarcações navais.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email