Desemprego recua pelo segundo mês consecutivo e fica em 10,9%

A taxa de desemprego recuou pelo segundo mês consecutivo, passando de 11,1% em abril para 10,9% no mês passado, de acordo com pesquisa realizada pela Fundação Seade e pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) realizada em sete regiões metropolitanas brasileiras -Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Salvador, São Paulo, Distrito Federal.
Em março, o nível de desemprego em todo o País ficou em 11,2%.
Em maio, houve a criação de 192 mil postos de trabalho e 151 mil pessoas entraram na força de trabalho -com isso, o contingente de desempregados foi reduzido em 40 mil.
O levantamento mostra ainda que o total de ocupados foi estimado em 19,7 milhões, enquanto a PEA (População Economicamente Ativa) atingiu 22,1 milhões.

Regiões metropolitanas

Entre as regiões metropolitanas, a taxa de desemprego diminuiu em São Paulo, Salvador, Recife e Distrito Federal; e aumentou em Belo Horizonte, Fortaleza e Porto Alegre.
Em São Paulo, o desemprego passou de 11,2% em abril para 10,7% em maio, de acordo com a pesquisa.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email