Chocolate Na’kau, da ‘Na Floresta Alimentos Amazônicos’, conquista certificação orgânica

Que tal um chocolate suíço? Que nada! Na Amazônia,  a guloseima feita a partir do cacau selvagem é capaz de deixar qualquer europeu de boca aberta, pelo menos é o que vem fazendo o pessoal da empresa ‘Na Floresta Alimentos Amazônicos’, detentora da marca Na’kau Chocolate Amazônico, um dos mais puros do planeta! Se isso já é uma boa notícia por si só, imagina saber que a marca acaba de receber a certificação orgânica do Sistema Participativo de Garantia Maniva, chancelada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) ?! E o motivo da conquista é importante por – além de elevar a credibilidade dos produtos produzidos à base do cacau amazônico, o que abre várias oportunidades de crescimento econômico – ainda, sobretudo, contribui para que toda a cadeia de pequenos produtores seja beneficiada, seja pela melhoria no aspecto financeiro desses agricultores, seja pela sua inclusão em todo o processo que envolve a certificação e seus benefícios, o que representa dignidade e cidadania! Afinal, são eles os atores fundamentais pela qualidade e o sucesso da Na’kau. Mas, se você pensa que foi fácil chegar até essa conquista, tá redondamente enganado: foram cinco anos de trabalho árduo de pesquisa e entendimento da cadeia produtiva de cacau da Amazônia.   Nesse processo, a empresa contou com o apoio e o incentivo incondicional do SEBRAE  e da própria da Rede Maniva de Agroecologia.  A certificação em questão foi conquistada por meio do método participativo, que significa o envolvimento de toda a cadeia produtiva do chocolate Na’kau. Dessa forma, as próprias famílias produtoras participaram do processo de certificação, já que eles são os próprios certificadores, por fiscalizarem e zelarem pela qualidade da produção e dos processos de plantação um dos outros. Portanto, esse é um processo de empoderamento para esses agricultores.

“Desde a fundação da empresa, a nossa intenção sempre foi concretizar a ideia de um chocolate feito com o cacau amazônico que também trouxesse um impacto positivo para as famílias e as comunidades produtoras de cacau, sempre fornecendo assistência técnica e valorizando o produto, porque nossa empresa sempre paga acima do valor de mercado pela matéria-prima fornecida pelos produtores. Além disso, outro aspecto que dá muito orgulho para nossa empresa, é que conseguimos auxiliar os extrativistas de cacau ao mesmo tempo em que também fomentamos a conservação da floresta. A gente sempre se julgou como orgânicos por natureza, em todos os sentidos, pois os nossos agricultores nunca usaram produtos químicos, são extrativistas, coletam o fruto da floresta e a preservam. A principal diferença entre um chocolate orgânico e um não orgânico é, justamente, os ingredientes que vão ali dentro e a forma como a matéria-prima é cultivada”, comenta Artur Coimbra, biólogo especialista em Produtos Alimentícios e Economia Ecológica, socio-fundador da Na Floresta Alimentos Amazônicos. É isso aí: nova economia na veia! Pra conhecer e consumir os produtos da Na’kau, acesse a rede social (@nakauchocolates). 

Escola de Confeiteiros Cumaru é o novo espaço do Pátio Gourmet para capacitação profissional

Nunca falamos tanto da importância da capacitação profissional para nos mantermos ativos no mercado de trabalho hipercompetitivo. E, no ramo da alimentação, não é diferente: a preocupação com o preparo e a entrega de produtos aptos ao consumo, é uma constante e exige profissionais, cada vez mais, qualificados. Nesse sentido, o pessoal do Pátio Gourmet inaugurou na sexta-feira (18) a Escola de Confeiteiros Cumaru, que tem à frente o chef Lucas Pyetro, responsável pelas confeitarias das unidades do Pátio. A Cumaru já começa com o pé direito e inicia parceria com a gigante Nestlé, que dispensa apresentações. A companhia irá premiar os chefs que se destacarem nas atividades. Inicialmente, a escola será direcionada aos colaboradores do Pátio, mas, depois, os cursos serão estendidos ao público externo. 

Ação irá transformar lixo eletrônico em benefícios econômicos e socioambientais 

Os produtos tecnológicos são incríveis e facilitam muito a nossa vida: computadores, tablets, smartphone, dentre outros dispositivos, mas quando esses aparelhos viram lixo eletrônico, o que fazer? Reciclar, claro! Mas não é o que acontece na prática. Pra você ter uma ideia, de acordo com o Relatório do Global E-Waste Monitor 2020, em parceria com a Organização das Nações Unidas (ONU),  o descarte de lixo eletrônico chegou aos inacreditáveis 53,6 milhões de toneladas. No entanto, apenas 17,4% dessa quantidade  foi reciclada! Só com a conscientização da sociedade, vamos – um dia – mudar essa realidade. E, falando em conscientização, é isso que vem promovendo a Descarte Correto, com várias iniciativas, e dessa vez, a ação será em Iranduba.  Além do meio ambiente, a empresa pretende movimentar a economia dos catadores de recicláveis, de modo a melhorar a qualidade de vida desses trabalhadores. A ação acontece sábado (19), das 9h às 15h, na Praça dos 3 Poderes, no Centro de Iranduba. Outras informações pelo Instagram (@descartecorreto). 

RÁPIDAS & BOAS 

Na terça-feira (29), às 11h (horário de Brasília), irá ocorrer o lançamento da atuação da INOMAPI, empresa especializada  na área da Propriedade Intelectual, em Portugal. Para comemorar o início das atividades,  ocorrerá uma live, com especialistas que falarão sobre empreendedorismo e inovação. O evento é gratuito e online. Mais informações, entrar em contato (@inomapieurope). 

***************************

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) entrou na justiça com ações de reparação em todas as cidades e estados onde têm associados. Mais de 300 mil estabelecimentos foram fechados em todo o Brasil e, entre os que sobreviveram até aqui, 72% seguem em prejuízo. 

***************************

O Senac-AM está com inscrições abertas para o curso técnico de Podologia, que acontece durante 18 meses. Serão duas turmas que iniciam as aulas nos dias 21/06 ou 12/07, das 18h às 22h / 8h às 12h (respectivamente). O curso será na unidade Centro, na Rua Saldanha Marinho, 410. Outras informações pelos contatos: (92) 3198-200 / 99111-4918.

***************************

O CBA convida os parceiros institucionais, em especial as micro, pequenas e médias empresas que atuam nos segmentos de Alimentos & Bebidas, Cosméticos e Insumos Biológicos provenientes da Amazônia,  a participarem do Business Connection Brazil (BCB), uma rodada internacional de negócios totalmente virtual e gratuita que ocorrerá entre os dias 12 e 15 de julho. Para mais informações, acessem o link (https://bit.ly/2TrsoR2). 

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email