Candidatos realizam 2º dia de provas do concurso público do TCE-AM

Os candidatos iniciaram às 8h desta quarta-feira (25) o segundo dia de provas do concurso público do TCE-AM. Ao todo, 2.968 candidatos realizaram as provas durante a manhã. Outros 2700 realizaram as provas à tarde.

“Damos continuidade a um concurso público que tem se mostrado muito eficiente em sua estrutura de aplicação. A expectativa, agora, é da correção das provas e divulgação dos resultados. Esperamos os melhores candidatos para fazer parte da Corte de Contas, podem ter certeza que serão bem recebidos”, destacou o presidente da Corte de Contas, conselheiro Mario de Mello.

Pela parte da manhã, das 8h às 12h áreas, os 2.968 candidatos realizaram as provas para o cargo de Auditor Técnico de Controle Externo na área de Auditoria Governamental. Nesta etapa, a prova é composta apenas por questões discursivas relacionadas à área de atuação do candidato.

Já pela parte da tarde, foram aplicadas as provas para o Ministério Público de Contas, das 14h às 17h. Ao todo, 13 escolas estão sendo utilizadas neste segundo dia de exames.

 A banca examinadora corrigirá dez provas discursivas para cada vaga, ou seja, na Área de Auditoria Governamental, por exemplo, com vagas 18 vagas disponíveis, serão corrigidas 180 provas dos candidatos. O processo de correção segue da mesma forma para as demais áreas do certame.

TCE-AM dá início a simpósio que apresenta práticas exitosas na Educação

Foto: Divulgação

Com a participação de representantes dos principais centros de ensino público do Amazonas, o TCE-AM deu início, nessa quarta-feira (25), ao I Simpósio em Educação Pública no Amazonas. Coordenado pela Escola de Contas Públicas (ECP), em parceria com o Fórum Interinstitucional de Desenvolvimento de Pessoas (Fidepes), o encontro possui como tema “Desafios e estratégias durante a pandemia”, e traz as principais práticas exitosas de cada centro educativo implantada durante o período pandêmico.

“Colocar em prática o ensino durante a pandemia foi, sem sombra de dúvidas, algo bastante desafiador. Cada instituição educativa, sobretudo as do setor público, buscou a melhor forma possível de continuar ensinando seus alunos, e é exatamente isso que buscamos com esse simpósio, exaltar essas práticas exitosas que devem servir a partir de agora como referência educacional durante momentos de exceção, como foi o caso do período pandêmico”, destacou o presidente do TCE, conselheiro Mario de Mello.

O simpósio foi realizado de forma totalmente remota, e recebeu transmissão por meio do site da ECP e pelo canal do YouTube da Seduc, por meio do Centro de Mídias da Educação do Amazonas.

Municípios têm até 30 de agosto para informar sobre Controladorias

O TCE-AM deu prazo até 30 de agosto para que os municípios informem à Corte de Contas sobre a instalação e o funcionamento das Controladorias Internas Municipais. As informações devem ser repassadas pelo questionário disponível no link https://pesquisa.tcesc.tc.br/449927.

O processo de resposta do formulário será feito pelo Sistema Lime Survey, no qual, os municípios poderão enviar as informações sobre suas controladorias, por exemplo, se o Sistema de Controle Interno está estruturado no município; quais atividades são desenvolvidas pelo controle interno; se os processos licitatórios são avaliados; como a avaliação da gestão de recursos humanos é realizada, entre outras informações.

Conselheira suspende pregão da UEA

A conselheira do TCE-AM, Yara Lins dos Santos, determinou, por meio de decisão cautelar, a suspensão do Pregão Eletrônico 482/2021 para contratação de empresa especializada em serviços de alojamento com café da manhã, cozinha e lavanderia para alunos dos centros de estudos da UEA dos municípios de Parintins, Tefé e Tabatinga.

Formulada pela empresa Comercial Mix Promoção de Vendas Eireli, a representação com pedido de medida cautelar alega supostas irregularidades encontradas em itens do edital que estariam deixando de observar requisitos mínimos relacionados à estrutura do prédio e segurança dos alunos.

Ainda segundo a empresa, a UEA estaria concedendo 60 dias para que a empresa contratada se adeque às exigências de segurança de construção civil, entre elas as larguras dos degraus, corredores e rotas de fuga, além das regras exigidas pelo corpo de bombeiros. 

TCE-AM leva Rodas de Cidadania ao interior


Após mais de um ano sem realizar audiências públicas no interior do Amazonas, a Ouvidoria da Corte de Contas do amazonense realizou, na última sexta-feira (20), o programa Rodas de Cidadania no município de Rio Preto da Eva.

O encontro foi organizado presencialmente, cumprindo todas as medidas de segurança sanitária relacionadas à Covid-19. A audiência pública faz parte das ações que foram desenvolvidas, ao longo da semana, pela Ouvidoria do TCE-AM.

“Nosso retorno ao interior foi muito positivo, tendo em vista que muitos municípios não têm acesso à internet e, por conta disso, não conseguem chegar à Ouvidoria, por meio das nossas plataformas digitais. Com o contato presencial, nós recebemos várias demandas e conseguimos identificar as principais problemáticas no município de Rio Preto da Eva”, comentou o conselheiro-ouvidor do TCE-AM, Érico Desterro.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email