Bolsonaro vem a Manaus para inaugurar apartamentos do Conjunto Manauara 2

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) virá a Manaus no próximo dia 18 para inaugurar 500 apartamentos do Conjunto Habitacional Manauara 2, construído com recursos federais.

Bolsonaro deveria ter entregue a obra em 16 de junho, mas a inauguração foi adiada por causa de seu problema de saúde. Foi cancelada até a motociata que seria realizada em Manaus, reunindo seus apoiadores, afiliados políticos e simpatizantes.

O presidente sofreu uma obstrução intestinal que o levou a cancelar toda a sua agenda marcada para acontecer em junho passado, no País. Ficou internado pelo menos cinco dias no hospital.  

A confirmação da vinda do presidente (ainda este mês) ao Amazonas aconteceu durante a posse do líder do centrão, senador Ciro Nogueira (Progressista-PI), na Casa Civil, em Brasília.

Bolsonaro convidou o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), um dos seus aliados políticos, para participar da solenidade e também o senador Eduardo Braga (MDB-AM), que agora se alia ao governo e adota uma postura independente nos trabalhos da CPI da Pandemia no Senado -, motivo de constantes embates entre os senadores membros da comissão e o Palácio do Planalto.

Bolsonaro demonstrou estar alinhado com Wilson Lima ao empossar Ciro Nogueira. E disse que ele e o governador do Amazonas passaram por momentos difíceis durante a segunda onda da pandemia que atingiu o Estado.

“Vejo aqui também Wilson Lima, o nosso governador do Amazonas. Passamos momentos difíceis por conta da pandemia, algo que a gente não esperava que podia acontecer”, afirmou. “Um pico do mal da Covid-19 na sua região, todos nós corremos para socorrê-lo. Você também foi uma pessoa importantíssima para que os meios chegassem de forma mais rápida ao seu Estado”, acrescentou o presidente da República.

O coronel Alfredo Menezes (Patriota), ex-superintendente da Suframa e ex-candidato a prefeito de Manaus nas últimas eleições, também confirmou que o presidente virá ao Estado no próximo dia 18.

Alfredo disse que tomou um café da manhã com Bolsonaro, em Brasília. “Aproveitamos para falar sobre a política nacional, a CPI da vergonha e também a luta pela aprovação do voto impresso e auditáve para as próximas eleições. Na ocasião, o presidente confirmou a vinda ao Amazonas”, afirmou.

Eleições

Agora, Eduardo Braga se alinha mais em direção ao centrão, grupo de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, que também vem acumulando briga com os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) e o TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

O senador Eduardo Braga já sinaliza que pretende disputar o governo do Amazonas nas eleições do próximo ano. Daí o seu afastamento do grupo de senadores majoritários que vivem atacando o governo nas investigações da CPI do Senado, segundo avaliam analistas políticos. A vinda do presidente Jair Bolsonaro ao Amazonas acontece num momento de grande tensão. 

Voto auditável

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), anunciou nesta sexta-feira (6) que levará a PEC do Voto Impresso para ser votada no plenário da Câmara. A decisão de Lira surge um dia após o projeto ser derrotado, por 23 votos a 11, na comissão especial em que tramitava.

O anúncio foi feito em pronunciamento oficial nesta tarde. O deputado argumentou que tratar a matéria no plenário iria garantir a “tranquilidade das próximas eleições”.

“Para que possamos trabalhar em paz até janeiro de 2023, vamos levar sim a questão do voto impresso para o plenário, onde todos os parlamentares eleitos pela urna eletrônica vão decidir”, justificou.

Lira também defendeu que a questão do voto impresso auditável, bandeira que tem sido levantada pelo governo Jair Bolsonaro e seus aliados, “está pautando o Brasil” e “tensionando” o Parlamento.

“Infelizmente assistimos nos últimos dias um tensionamento, quando a corda puxada com muita força leva os poderes para além dos seus limites. A Câmara sempre se pauta pelo cumprimento do regimento e pela defesa da expressão máxima da democracia”, afirmou.

Foto/Destaque: Alan Santos/PR

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email