Artesanato regional é destaque é destaque no Mundial Art

Com a participação de 20 países, 12 Estados e 10 municípios, teve inicio na ultima sexta-feira (7), a 3ª Edição da Mundial Art – Feira Internacional de Artesanato, Moda e Decoração no Centro de Convenções do Studio 5 (Avenida General Rodrigo Otávio, 3555 – Distrito Industrial – Manaus – Amazonas – Zona Sul). O evento se estenderá até o dia 16 de agosto, a partir das 15 horas, com entrada promocional no valor de R$ 8,00 (oito reais).
Com a presença de mais de 100 artesãos em toda a feira, o destaque está para os 44 artesãos regionais que expõem e comercializam as mais variadas peças artesanais confeccionadas com matéria prima regional da fauna e da flora amazônica, como palha, madeira certificada, cipós e sementes, buscando mostrar a cultura, a criatividade e originalidade de suas peças artesanais em cosméticos, bebidas regionais, moda amazônica, biojóias, ecojóias, comida regional, arte manual e produtos confeccionados do reaproveitamento de materiais reciclados, que chamam atenção do público. “Cada peça apresenta sua particularidade, mostrando tendências e um toque especial que é dado por cada um dos artesãos”, destaca Breno Ortiz, Secretário Estadual do Trabalho.
“Na perspectiva de estimular e fortalecer o artesanato regional, o Governo do Estado tem buscado cada vez mais novas parcerias, com o objetivo de desenvolver, capacitar e ampliar o mercado artesanal, que além de ser fonte geradora de emprego e renda, o artesanato pode ajudar a manter o equilíbrio ecológico, com produtos confeccionados do reaproveitamento de materiais reciclados. Esse tipo de artesanato, além de ser um meio ecologicamente correto de se ganhar dinheiro, tem um custo muito baixo com matéria-prima,” frisa Breno Ortiz, Secretário da SETRAB.

3ª Mundial Art
Para a Mundial Art, o Governo do Estado por meio da SETRAB selecionou artesão de Manaus e dos municípios de Santa Izabel do Rio Negro, São Gabriel da Cachoeira, Manacapuru, Novo Airão, Atalaia do Norte, Parintins, Iranduba, Maués, Barcelos, Maraã (Reserva Mamirauá). Entre os participantes estão 12 artesãos individuais, 22 cooperativas e associações, 03 Indígenas das etnias Ticuna, Waimiri-atroari e Saterê, e os empreendedores do Programa de Economia Solidária, que estão distribuídos em 44 stands regionais.
Países participantes: Brasil, Tailândia, Turquia, Peru, Paquistão, Senegal, Índia, China, África do Sul, Japão, Indonésia, Coréia, Equador, Emirados Árabes, França, Chile, Quênia, Rússia, Síria e Bali,
Estados participantes: Amazonas, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Paraíba, São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Distrito Federal.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email