Anfir quer manutenção do programa de incentivo

O presidente da Anfir (Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários), Alcides Braga, pede, no relatório da entidade do mês de agosto, que o governo mantenha em vigor o programa do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) PSI/Finame. De acordo com ele o programa de financiamento de máquinas e equipamentos é o principal estímulo do setor. Braga quer que a prorrogação do mecanismo seja feita ainda em setembro para dar previsibilidade aos fabricantes.
O programa define taxas fixas até o final deste ano. Começou com 3% ao ano e, a partir de julho, passou para 4% ao ano, taxa que permanecerá em vigor até 31 de dezembro. Braga pede que a decisão sobre o prolongamento do programa seja feita ainda em setembro para evitar desequilíbrios no mercado. “As entregas de implementos são feitas 90 dias em média após a aquisição. Sem a regra definida para o próximo ano pode haver antecipação de compra”, disse.
Segundo a associação, as vendas em agosto apresentaram desempenho alinhado ao PIB (Produto Interno Bruto) do segundo trimestre, que registrou alta de 1,5%. O segmento de pesados foi beneficiado pelo agronegócio e indústria, setores que variaram, respectivamente, 3,9% e 2% no PIB do segundo trimestre. O segmento de implementos pesados cresceu 30,35% no acumulado do ano, ante os oito primeiros meses de 2012.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email