15 de abril de 2021

Amazonas na 3ª melhor colocação

O Amazonas está entre os Estados com menor percentual de devolução de cheques no mês de novembro de 2012 em todo o país

O Amazonas está entre os Estados com menor percentual de devolução de cheques no mês de novembro de 2012 em todo o país. Com 1,59%, o índice garantiu a terceira colocação no ranking, perdendo apenas para São Paulo e Rio de Janeiro, com 1,47% e 1,55%, respectivamente.
A pesquisa foi divulgada ontem pelo Serasa Experian. Em termos nacionais, foram devolvidos no penúltimo mês do ano 1,96% de cheques. De acordo com o estudo, essa foi a primeira queda nos últimos 21 meses observados. “O último recuo verificado foi em fevereiro de 2011, quando houve 1,83% de cheques devolvidos, contra 1,85% em fevereiro de 2010”, relembra o economista José Rangel.
Na comparação entre Estados, Roraima apresentou o maior percentual de cheques devolvidos (11,73%) no acumulado de janeiro a novembro. Em seguida aparecem o Amapá (10,36%) e o Acre (10,10%).
Entre regiões, o índice do Norte (4,43%) é mais do que o dobro da média brasileira (2,01%). O Nordeste aparece em seguida com 3,74%. O percentual de cheques não compensados no Centro-Oeste é 2,84%. As regiões Sul (1,95%) e Sudeste (1,58%) registram taxas menores do que a média do país.

No Brasil

No acumulado de janeiro a novembro de 2012, o levantamento registrou 2,01% de devoluções de cheques. Em igual período do ano anterior, este percentual havia sido de 1,95%. Já na comparação com outubro de 2012, houve ligeira alta na devolução de cheques, já que neste período foram devolvidos pela segunda vez, por falta de fundos, 1,94% dos cheques compensados.
O percentual de devolução registrado em novembro deste ano foi o segundo menor para um mês de novembro nos últimos cinco anos, perdendo apenas para o de 1,68% de novembro de 2010. Nos meses de novembro de 2008, 2009 e 2011, os percentuais de devolução foram de 2,16%, 2,04% e 2,19%, respectivamente.
Segundo o especialista, o resultado de novembro deste ano, marcando a primeira queda em 21 meses, sinaliza uma tendência de normalização gradual dos níveis de inadimplência com cheques no país, a ser verificada ao longo de 2013.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email