Amazonas é o terceiro nas vendas online

As vendas por meio de ferramentas eletrônicas estão em alta. Uma pesquisa divulgada pela empresa OLX aponta que o Amazonas foi o terceiro Estado com maiores índices de comercializações online no primeiro semestre deste ano. O crescimento foi de 26% em relação a igual período de 2016 e chegou a mais de um milhão de itens vendidos. Os Estados que mais venderam foram: São Paulo, com aumento de 19,7% nas vendas e Rio de Janeiro, com crescimento de 12,3% nas negociações no período.

Conforme a assessoria da OLX, na somatória entre os Estados, a venda de produtos pela OLX teve um aumento de 24,9% no primeiro semestre de 2017 em comparação com o mesmo período de 2016. Confirmando a tendência de crescimento registrada no primeiro trimestre do ano, as vendas no semestre chegaram a 14 milhões de itens – mais de 50 vendas por minuto.

A categoria com maior número de vendas no período foi de Eletrônicos e Celulares, com mais de 4,5 milhões de produtos comercializados, o que representa um crescimento de 31,8% em comparação ao primeiro semestre de 2016. A categoria foi impulsionada pelos aparelhos de telefones celulares que, sozinhos, venderam 41,2% a mais do que no ano passado. O comércio de celulares usados cresceu em todos os Estados,  movimentando R$ 933 milhões em compra e venda pela plataforma – 31,3% acima dos seis primeiros meses de 2016.

Também tiveram aumento acima da média as categorias Para a sua casa (33% de crescimento) e Moda e beleza (47,8%). A categoria de Veículos e Barcos da OLX também alcançou bons resultados – foram vendidos 2.549.993 veículos e barcos de janeiro a junho de 2017, um aumento de 7,3% em relação ao primeiro semestre do ano passado.

“Mais e mais brasileiros estão começando a desapegar de coisas que estão paradas em casa e esse crescimento bem distribuído entre categorias diversas reforça essa mudança de comportamento”, diz Marcos Leite, EVP da OLX Brasil.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email