Vozes do meu eu interior – Parte 2

Sobre livro. Instrumento de formação e de libertação daqueles que usam com parcimônia ou em demasia, no ambiente sagrado ou profano, de noite ou de dia, com sabedoria ou rebeldia; um vício do bem; o melhor amigo do homem e da mulher; assim é o livro, qualquer livro, de prosa ou verso, de ciência ou religião, adulto ou infantil, capaz de transformar tempos difíceis em prazeres inenarráveis. 

Sobre caridade. Ajude o outro, mesmo que você seja criticado; mesmo que muitos digam que “tudo é interesse”, que “não há pessoas boas no mundo”. A solidariedade é sempre benigna, nunca maligna. Por isso, o galardão da pessoa solidária é a felicidade na vida, a doçura no coração, a paz de espirito, enfim, a antecipação do paraíso na terra.

Sobre literatura. Escritores de todos os tempos e em todos os contextos, dos mais variados gêneros e estilos literários, sempre buscaram escrever, de maneira especial, a boa-noticia, a história perfeita. Assim foram os evangelistas, os filósofos, os cientistas; assim sou eu, assim é você e todos aqueles e aquelas que gostam de ler!

Sobre religião. Aproximação entre humano e divino, alento vital, brandura do espirito, abrigo da alma, aconchego da mente, sistema de paz, alegria do homem crente. No ambiente sagrado ou profano, o que deve imperar é o respeito a fé ou a não fé do outro. 

Sobre guerra. Nenhum problema é tão emergencial quanto aquele que vem do conflito entre nações; são famílias destruídas, sonhos desfeitos; pessoas mortas, muitas, milhares; crianças abandonadas; fome, dor, sofrimento de toda natureza, e como! Todo apoio às vítimas da guerra, seja material ou espiritual, são bem-vindo. Você já orou pelo fim da guerra ou pela paz no mundo hoje?

Sobre saúde. Alimentação saudável, ausência de dor, sofrimento, angústia, projeto de vida, busca da felicidade, bem-estar, realização pessoal e profissional. O equilíbrio corporal, mental, ambiental e espiritual, o controle da língua, do estômago, dos nossos impulsos e desejos são fundamentais para a nossa saúde total. Ajuda a dissipar emoções tóxicas e suaviza nossas expectativas.

Sobre política. Arte da conquista e manutenção do poder, ou simplesmente, ação de poder de quem deseja tudo para si e à lei para os outros. Geralmente são os moralistas que dominam essa área. Eles não se preocupam com a república, muito menos com o cidadão. Vivem de aparências e são lobos em pele de cordeiro. Graças a Deus, a morada final desses políticos é no meio dos túmulos!

Sobre salvação. O fim de todos os viventes ou a salvação da humanidade, depende, segundo o Papa Francisco, de “uma aliança de solidariedade universal em prol do desenvolvimento, da ecologia integral e de uma rede de ralações humanas, abertas e sem discriminação”.

Sobre educação. O pensador brasileiro Paulo Freire tinha razão: “Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo”. Ou seja, nós nos educamos reciprocamente.

Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário