Pesquisar
Close this search box.

Seja O candidato às vagas de emprego!

Muito se fala em como se chegar até o processo seletivo: como fazer um bom currículo, onde divulgá-lo, quais competências e formações adquirir durante a carreira. Tudo em prol de conseguir uma boa recolocação.

Mas, temos deixando um pouco de lado sobre como ser o candidato diferencial num processo seletivo. Não é necessário fazer nenhuma mágica. Na verdade, são pequenos detalhes que farão a diferença.

Ao receber a primeira ligação do processo seletivo 

Primeiro de tudo, atenda aos seus contatos telefônicos. 

Ao receber uma ligação, deve-se dar a máxima atenção a ela, afinal de contar pode ser o seu próximo emprego! 

Seja simpático, cordial e responda às perguntas de forma objetiva e sincera. Mesmo sendo objetivo, tente dar respostas completas, mas sem fugir do que foi perguntado. Se falado sobre questões salariais, responda de forma sincera.

Falando sobre questões salariais, é muito comum hoje se perguntar ao telefone a pretensão. Mais comum ainda, é o candidato responder que não pode falar pois não sabe quanto a empresa paga. Entenda que esta pergunta é sobre o quanto a empresa ou o mercado pagam, mas sobre a sua pretensão individual.

Neste ponto, o entrevistador precisa saber sobre a sua pretensão, para ver se está de acordo com a faixa que a empresa tem para esta posição. Na maioria das vezes, a faixa salarial é confidencial (a empresa não abre para o candidato no primeiro momento), de toda forma, é necessário saber se você cabe nesta faixa.

É interessante ser sincero para que não haja perca de tempo sua ao participar de um processo seletivo que não será de seu interesse. Diga sua pretensão mínima, qual seria o seu “a partir de” para que você avalie e que está aberto a partir disso. 

Caso solicitado, envie seu currículo atualizado ou faça a aplicação à vaga o quanto antes. É muito comum atualmente você precisar se aplicar a vaga de emprego mediante algum link, pois a maioria das consultorias especializadas em processos seletivos e que geralmente trabalham as melhores vagas para boas empresas, utilizem de sistemas para seu trabalho. Finalize a ligação colocando-se à disposição para uma entrevista pessoal. 

Coloque-se disponível para as informações e etapas que forem necessárias e o quanto antes você responder as solicitações, sempre será visto com bons olhos.

Na entrevista

Chegue com 15 a 10 minutos de antecedência. Não é necessário, e nem conveniente, mais do que isso.

Se você for acompanhado, peça para que o seu acompanhante fique aguardando ou no carro ou ao lado de fora. Não é bem-visto você levar um acompanhante para a entrevista e que ele fique aguardando junto a você na recepção, pode passar uma ideia de dependência/insegurança.

Ao chegar na recepção, seja cordial e educado com todos. Fique atento a informativos da empresa, como as pessoas se portam e se vestem, pois, pode ser de extrema valia para o momento da entrevista.

Durante a entrevista, seja objetivo nas perguntas, mas abrangendo tudo o que a pergunta lhe pede. 

Faça o rapport com o entrevistador: se ele fala rápido e você devagar, tente falar um pouco mais rápido do que o habitual, para que ele não se sinta enfadado; se ele fala baixo, tente falar no mesmo tom dele, para que ele não se sinta nervoso com isso e queira finalizar a entrevista antes do previsto.

Fale sobre os resultados que você conseguiu levar para as empresas nas quais trabalhou, projetos que implantou ou participou – se venda! Esse é o momento de você mostrar o por quê você precisa ficar nessa vaga. Importante: não minta. Fale o que você fez, mas se não fez, não invente.

Se for pedido para fazer alguma apresentação durante a entrevista, tire algum objeto que haja entre você e o entrevistador, por exemplo, cadeiras.

Fique à vontade para fazer perguntas no final da entrevista, caso o entrevistador abra a oportunidade. Atente-se a perguntas inteligentes, que façam sentido para a empresa e para a posição, e não apenas sobre horário, salário e benefícios.

Após a entrevista

Aguarde pelo tempo estipulado da empresa para o feedback. Caso passe 3 dias além do informado para o feedback, sem que tenha havido contato, entre em contato para tentar um retorno. 

É muito comum não haver retorno para o candidato caso a empresa ainda não tenha tomado uma decisão a respeito da vaga em questão. Mas, infelizmente também é muito comum empresas que não dão esse retorno por simplesmente não darem a devida importância para isso. 

Após a primeira tentativa de retorno, dê tempo suficiente para outras tentativas. Pode acontecer de, de fato o entrevistador ainda não ter o feedback para passar aos candidatos, e receber várias ligações pedindo retorno, pode gerar uma situação chata. 

No caso de um feedback positivo, agradeça as pessoas que estavam acompanhando-o no mesmo. Eu mesmo já tive a grata surpresa de receber um lanchinho de um candidato que ficou em uma vaga nossa. Não é necessário fazer isso, mas será um diferencial e com certeza fazendo algo diferente, você sempre será bem lembrado.

No caso de um feedback negativo, agradeça e se coloque a disposição para as demais vagas. Pergunte se a empresa tem um banco de dados, ou se a cada vaga é necessário fazer o envio do currículo. Tente fazer um bom networking com o entrevistador, para que em outras oportunidades você seja lembrado. 

É bom se fazer lembrado vez ou outra, só tome cuidado para não ser lembrado como o “candidato chato” que liga todo dia para verificar se tem alguma vaga disponível. Veja os melhores meios para se fazer bem lembrado.

Boa sorte!

Fiquem com Deus!

Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Notícias Recentes

No data was found
Pesquisar