O que é ser feliz?

Há longos anos o Racionalismo Cristão esclarece os seres humanos, para que caminhem pela estrada da vida com inteligência e segurança, repelindo os maus pensamentos. Observamos que muitas pessoas que comparecem às casas racionalistas cristãs já têm em si o toque da espiritualidade, e querem aprender mais com as explanações dos orientadores de reuniões públicas, com as manifestações de espíritos do Astral Superior e com os livros editados, que apresentam ensinamentos valiosos. Outras chegam movidas pelo sofrimento, pela intranquilidade. Essas procuram um lenitivo para a dor que as atormenta, não sabendo definir a causa,  que é quase sempre de origem espiritual. 

Repetimos sempre que o ser humano é aquilo que quer ser. Sendo honesto, trabalhador, preocupando-se com os familiares, não se arrepende do que faz. O trabalho dignifica a pessoa e a eleva no meio social. As pessoas bem intencionadas apreciam quem trabalha, pois a indolência nunca traz benefício a ninguém. 

Por isso, quem tem consciência procura sempre acertar, não olha os erros dos outros. Ocupar-se com os erros alheios é perder tempo, como é perda de tempo revoltar-se contra o mau procedimento do próximo. 

Desejamos que caminhem com valor e coragem, procurando reeducar-se dia a dia, para prosperar continuadamente. Lutem por dias melhores, mais querendo somente o que é possível, com calma paciência e resignação. 

Ao colocarem em prática os conhecimentos que assimilam nas casas racionalistas cristãs, todos vão espiritualizar-se, começar uma nova vida com o despertar de um dia de sol depois da tempestade. Raciocinem com acerto e encontrarão na consciência a certeza do dever cumprido. Isso é ser feliz. 

Jamil Merched Chaar

Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário