Pesquisar
Close this search box.

A propaganda e a verdade

Há muitos anos, um colega de trabalho, marido de uma marqueteira, me ensinou uma frase do mercado: “toda propaganda é enganosa e se assim não for, não é propaganda”. Faz mais de 20 anos que ouvi e aprendi. E concordo. Ou seja, cada forma de se fazer propaganda, indica que falta, e muito, a verdade dos fatos. Não pretendo afirmar que toda propaganda é mentirosa. Mas, todas omitem informações essenciais aos consumidores e aos clientes. Sabem a diferença entre consumidor e cliente? Quando eu vou comprar ração para o meu pet, na mesma loja e por anos, ali eu sou cliente e o meu bichinho, que gosta daquela ração, é o consumidor. Simples assim. Mas, em muitos casos, as figuras se confundem em um só. Mas, voltando às propagandas, que em casos escandalosos são chamadas de enganosas. Está incorreto. Toda propaganda é sempre enganosa. E nos casos mais absurdos e graves, é mentira pura.

Experimentem usar os empréstimos das empresas que ofertam esse produto no mercado. Simplesmente anunciam a solução para os seus problemas. Mas, não dizem os juros e as taxas. Então, se paga uma dívida pequena e se adquire uma dívida monstruosa. Ou então aquelas promoções de supermercado, com tudo no valor de 50 % do preço. Ocorre que em uma segunda-feira, um ítem custava R$ 200,00. No dia da promoção, terça-feira, tem uma placa dizendo que de R$ 350,00, passou para R$ 250,00. Ou aquele colchão premiado na Europa e na Ásia. Mas, ninguém mostra os prêmios recebidos e nem comprova isso. Outra situação corriqueira: propaganda de carros populares. Dizem maravilhas deles. Mas, ninguém diz que as peças são vagabundas e que são carros fracos e caríssimos na relação custo-benefício. Tem um ditado que diz: “nada que é bom é barato, mas nem tudo que é caro é bom”.

Ou seja, nós, consumidores e clientes estamos na mão do mercado. E desde sempre. E o pior, é que sabemos disso e não encontramos solução a curto prazo. Uns “especialistas” dizem: busca na concorrência. Tudo bem. Você, então, atravessa a cidade toda, perde horas em engarrafamento, perde tempo e gasta gasolina que, aliás, está absurdamente cara, para economizar centavos em certos produtos. Muitos fazem isso. Nada contra. Eu também faço. Mas faço de pirraça, somente para não dar lucro àquela empresa ou àquele comerciante. Perco meu tempo, mas não levo desaforo. Pois é. A paz de espírito e o orgulho cobram caro. Nem vou me atrever a citar as campanhas políticas. É o estado da arte da mentira. Mas, ainda bem que temos a oportunidade de escolher os nossos políticos e isso é bem melhor que alguns países por aí que não possuem esse privilégio. E com relação ao que alguns assistem na TV aberta, nem vou descer o nível sobre o posicionamento de algumas emissoras de TV. Às vezes eu confundo algumas emissoras de TV com emissários submarinos. É a vida. Vou abrir uma cerveja ! Fui !

Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Notícias Recentes

No data was found
Pesquisar