Volume de falências registra queda em 2007

O número de pedidos de falências de empresas registrou queda de 35,1% em 2007, em relação à 2006, segundo o Indicador Serasa de Falências e Recuperações divulgado na quinta-feira. O ano passado fechou com um total de 2.721 requerimentos de falência e em 2006, o número de registros foi de 4.192.

As falências decretadas caíram 25,2%, sendo que em 2007 foram decretadas 1.479 falências, contra 1.977, em 2006.

O recuo das falências no período em análise, segundos os técnicos da Serasa, deve-se à expansão da atividade econômica, impulsionada pelo crédito (maior volume de recursos, prazos mais longos e redução das taxas de juros) e pela melhora da renda agrícola.

Já os pedidos de recuperação judicial de empresas aumentaram 6,7% em 2007, na comparação com 2006. No ano passado, foram requeridas 269 recuperações judiciais, enquanto em 2006, houve 252 registros em todo o país.

As recuperações judiciais deferidas também cres-ceram no ano de 2007, que fechou com um total de 195 deferimentos, contra 156, no ano anterior. A alta no período foi de 25%.

Quanto às concessões de recuperação judicial, foram 13 em 2007 e cinco em 2006, o que significou um acréscimo de 160% no período. As recuperações extrajudiciais aumentaram de duas, no ano de 2006, para nove, em 2007.

De acordo com o indicador da Serasa, as empresas do comércio tiveram o maior número de pedidos de falência em 2007, mas seus registros apresentaram queda de 33,6% em relação a 2006.

Foram requeridas 937 falências no varejo o ano passado, contra 1.412, em 2006. Na indústria, houve 926 requerimentos de falência em 2007, enquanto no acumulado de 2006, foram 1.480 pedidos, o que representou um recuo de 37,4%. Outro setor que teve queda no volume de pedidos de falência foi o de serviços, com uma redução de 33,4% na relação do ano 2007 com 2006.

Foram requeridas 842 falências no setor o ano passado e 1.265, em 2006.

Quanto às falências decretadas, o comércio registrou 728 eventos em 2007, enquanto em 2006 foram decretadas 1.001 falências no setor. Uma queda de 27,3% no período.

Na indústria, houve 402 falências decretadas no ano passado, ante 486, em 2006, o que representou um recuo de 17,3%.

O setor de serviços representou recuo de 29,1% nos registros de falências decretadas na relação de 2007 com 2006.

O ano passado foram decretadas 343 falências e em 2006, 484. O setor primário teve 6 falências decretadas em 2007, o mesmo número de 2006.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email