Vivo lança cartão temático

Ontem foi lançado oficialmente o cartão de recarga temático uma parceria entre a Susam (Secretaria Estadual de Saúde do Amazonas) e a Vivo no combate a dengue. O evento foi realizado no auditório da sede da Vivo (Av. Djalma Batista, 1018A).

Ontem foi lançado oficialmente o cartão de recarga temático uma parceria entre a Susam (Secretaria Estadual de Saúde do Amazonas) e a Vivo no combate a dengue. O evento foi realizado no auditório da sede da Vivo (Av. Djalma Batista, 1018A).
Os mais de 4 mil pontos de recarga da operadora no Estado já estão abastecidos com os cartões no valor de R$ 12 com frase de alerta à proliferação do Aedes Aegypti: “Ajude a combater a dengue. Remova, todos os dias, a água acumulada em vasilhas, garrafas, pneus e vasos de planta”. Mais de 15 mil cartões estão em circulação na cidade, sendo mais um ponto de contato com a população no combate a doença.
Esta é mais uma ação da parceria Vivo e Susam, que em março deste ano distribuiu mais 200 mil torpedos, conscientizando a população da importância de se combater o surgimento de novos focos do mosquito, com a mensagem “Dica Vivo: cuide da sua casa, não deixe água parada. Faça a sua parte. Colabore. Precisamos vencer o Aedes Aegypti. Dengue mata. Susam”. Nos próximos meses, mais clientes receberão outro SMS com nova frase de alerta, além de outras atividades em parceria.

Projeto social

As mensagens fazem parte do SMS Social, projeto
desenvolvido pelo Instituto Vivo e pela Diretoria de Saúde e Qualidade de Vida da operadora. O objetivo é a divulgação de temas de interesse público que auxiliem os usuários a se conscientizar socialmente. Em todo o Brasil, o SMS Social já distribuiu mais de 190 milhões de torpedos no combate à dengue, vacinação contra a rubéola e a hanseníase, incentivo à doação de sangue e ainda mensagens de ajuda às vítimas das recentes tragédias naturais.
Todas as ações firmadas na parceria entre Vivo e Susam visam estimular a prevenção, alertando sobre a importância de inspecionar os objetos com água, a fim de se evitar o surgimento de larvas do mosquito causador da doença.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email