Vale vai demitir trezentos funcionários que já poderiam se aposentar

A mineradora Vale confirmou que cortará aproximadamente 300 funcionários aposentados ou aposentáveis a partir de junho.
As demissões foram confirmadas logo após a companhia anunciar o retorno, na próxima segunda-feira, de 1.300 funcionários que estavam em licença remunerada e garantir que não haveria demissões. A Vale diz que os funcionários atingidos pelo corte receberão algumas contrapartidas, como mais quatro salários no fundo de pensão da companhia, valor que poderá ser retirado, e assistência médica. A companhia ressalva que o número de funcionários atingidos pelo corte é pequeno, se comparado aos 47 mil empregados da Vale no Brasil.

Medida condenada

O Sindicato Metabase de Itabira e região, em Minas Gerais, afirma não concordar com a medida adotada pela empresa. “Acreditamos que não há a necessidade de mais demissões e nem de tanta redução na produção, pois a Vale é uma das empresas mais rentáveis do mundo”, diz Efraim Gomes de Moura, assessor político do sindicato.

Plano de investimento

A Vale cortou 1.300 funcionários em todo o mundo em dezembro do ano passado. Recentemente, a mineradora anunciou uma redução do seu plano de investimentos para este ano. A previsão inicial era de US$ 14.235 bilhões e foi diminuída para US$ 9.035 bilhões.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email