28 de junho de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Universidade de São Paulo desenvolve alimento que protege a flora intestinal

Combinar um micro-organismo vivo a um composto retirado de plantas como a chicória e a alcachofra foi o desafio enfrentado pelos pesquisadores do Laboratório de Tecnologia de Alimentos

Combinar um micro-organismo vivo a um composto retirado de plantas como a chicória e a alcachofra foi o desafio enfrentado pelos pesquisadores do Laboratório de Tecnologia de Alimentos, do Departamento de Tecnologia Bioquímica-Farmacêutica da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP (Universidade de São Paulo) para criar uma sobremesa gelada à base de cereal e sorvete. Além de nutritivo, o alimento traz benefícios à saúde. Ele é composto por duas camadas: uma à base de cereais e outra à base de sorvete de creme.

No sorvete, os pesquisadores adicionaram as bactérias Lactobacillus acidophilus e Bifidobacterium, com efeitos comprovados no funcionamento intestinal. “As bactérias melhoram o equilíbrio dos micro-organismos intestinais, porque competem com as bactérias patogênicas, ocupando o acesso que elas teriam para se aproximar do epitélio intestinal”, explica a professora da FBT e responsável pelo projeto, Susana Saad.

A barra de cereal com sorvete foi desenvolvida em dois anos. Os micro-organismos vivos permitem que o organismo absorva melhor determinados nutrientes, como o cálcio, o magnésio e o ferro. Eles também são capazes de fortalecer o sistema imune, aumentando os níveis de anticorpos. Na composição do sorvete ainda há uma pequena quantidade de gordura láctea e de inulina, encontrada em diversas plantas.

Segundo Susana, a inulina é um açúcar que não é digerido pelo estômago e tem poucas calorias. A substância pode inclusive compor a dieta dos diabéticos porque não aumenta o nível de açúcar no corpo. O principal papel da inulina é estimular o crescimento das bactérias do sorvete dentro do organismo. “As Lactobacillus acidophilus e Bifidobacterium inibem o crescimento de outras bactérias indesejáveis. O alimento desenvolvido no nosso laboratório é uma proteção à flora intestinal”, afirma.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email