TSE retira do PSB mais três minutos de seu tempo

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) retirou mais três minutos do tempo de propaganda gratuita do PSB. Com isso, o partido poderá ficar com apenas quatro minutos de propaganda em cadeia nacional de rádio e televisão, caso não recorra da decisão.
Segundo a procuradoria regional eleitoral no Pará, em 16 de abril de 2006, houve utilização indevida do tempo de propaganda partidária do PSB, já que o programa foi utilizado por Ademir Galvão Andrade, filiado e presidente da legenda como ex-presidente da CDP (Companhia Docas do Pará), para “prestar contas de sua administração”. A propaganda partidária tem como finalidade apresentar propostas do partido. O tempo total de propaganda do PSB é de dez minutos, mas o partido já teve três minutos retirados no dia 2 de agosto por motivo semelhante, envolvendo o deputado federal Benedito Carvalho Sá, conhecido como B. Sá (PI).
Em sessão anterior, o plenário do TSE ja havia decidido cassar três minutos do tempo de propaganda do partido.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email