Sistema bancário dos EUA recebe US$ 2 bi para injetar na economia

O Fed já havia agido na semana passada para reforçar as reservas de capital dos bancos do país com a disponibilização de US$ 62 bilhões -US$ 24 bilhões na quinta (9) e US$ 38 bilhões na sexta-feira (10). Com a ação de ontem, o banco já liberou US$ 64 bilhões para o sistema bancário.
O Fed seguiu, assim, ação semelhante do BCE (Banco Central Europeu), que já liberou mais de US$ 200 bilhões desde a semana passada para evitar falta de liquidez nos bancos europeus. Na sexta-feira o banco divulgou uma nota em que afirma que irá garantir a liquidez do sistema bancário para permitir seu “funcionamento ordenado”.
“Nas atuais circunstâncias, as instituições depositárias podem passar por necessidades pouco comuns de fundos devido aos movimentos de dinheiro nos mercados de crédito”, diz a nota. As ações do Fed, do BCE e do Banco do Japão vieram depois que o banco francês BNP Paribas anunciou o congelamento de resgates em três fundos, retendo cerca de US$ 2,7 bilhões, devido à exposição desses fundos ao mercado de crédito americano, em particular no segmento “subprime” (que abarca clientes com histórico de inadimplência).
Os movimentos do BNP e dos BCs criaram tensão e quedas expressivas nos mercados mundiais, que só hoje mostraram algum fôlego para se recuperarem.

>B> Alta do varejo

As vendas no varejo nos EUA tiveram alta de 0,3% em julho, após registrarem uma queda de 0,7% em junho, segundo dados divulgados hoje pelo Departamento do Comércio.
Segundo o departamento, os itens que mais se destacaram nas vendas no mês passado foram roupas, móveis e produtos eletrônicos – ofuscando a queda de 0,3% nas vendas de automóveis em concessionárias (contra uma queda de 2,9% em junho).
Também houve queda de 0,8% nas vendas em postos de combustíveis, com a queda nas vendas de gasolina – em maio, o preço do galão (3,785 litros) chegou a US$ 3,227.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email