Shoppings venderam 13% a mais neste Natal, avalia Associação de Lojistas

Os shoppings centers brasileiros venderam neste Natal 13% a mais do que no do ano passado. Os dados foram divulgados Alshop (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping). Os segmentos com maior crescimento foram óculos, bijuterias e acessórios (18%), perfumaria e cosméticos (17%) e eletrodomésticos e eletroeletrônicos (17%). Apenas as joalherias e relojoarias registraram crescimento abaixo da média, de 9%.
As vendas maiores impulsionaram a contratação de trabalhadores temporários. De acordo com o levantamento, 130 mil empregados foram admitidos para reforçar as equipes das lojas neste Natal, 13% a mais que no ano passado. A Alshop estima que 25% dos novos funcionários devem ser efetivados em 2011.
Na avaliação da entidade, as recentes medidas de aperto ao crédito não afetaram as vendas natalinas. No início do mês, o Banco Central aumentou o compulsório, parcela de recursos recolhidas pelos bancos, e encareceu os financiamentos de longo prazo. Cerca de R$ 62 bilhões foram retirados de circulação, mas a Alshop alega que as restrições só começarão a fazer efeito a partir de meados de janeiro.
De janeiro a dezembro, as vendas nos shoppings cresceram 12% em relação a 2009. Além do crédito farto, a Alshop aponta o aumento na renda, a ampliação do emprego formal, a queda dos juros para os consumidores e a valorização do real como fatores que levaram ao aumento do consumo.
Nas compras de Natal, os consumidores preferiram pagar com dinheiro de plástico. Segundo o levantamento, 65% das vendas foram efetuadas por meio de cartões de crédito e débito, 15% com cartões próprios das lojas, 10% em cheques e 10% em dinheiro.
A pesquisa foi feita com 150 empresas de varejo associadas à Alshop, representando um universo de cerca de 6,3 mil lojas em todo o território nacional.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email