Serafim pode disputar o Governo

Considerado candidato a uma vaga na Câmara Federal, o ex-prefeito Serafim Corrêa pode surpreender e disputar o governo, principalmente se o governador de Pernambuco

Considerado candidato a uma vaga na Câmara Federal, o ex-prefeito Serafim Corrêa pode surpreender e disputar o governo, principalmente se o governador de Pernambuco, seu correligionário Eduardo Campos, decidir disputar mesmo a Presidência, sem o apoio do PSDB ou do PSD locais. A explicação é muito simples: o PSB precisaria montar palanques em todos os Estados. Aqui, o partido é aliado preferencial do prefeito Arthur Neto, do DEM e muito provavelmente do governador Omar Aziz. Como Aécio Neves deve confirmar a candidatura, os tucanos não ofereceriam espaço para Campos no Amazonas. Assim, seria necessário escolher outro candidato ao governo, que seria o próprio Serafim. Só mesmo a desistência do presidenciável recolocaria o veterano político na disputa por uma cadeira de deputado federal, neste caso fechando com qualquer candidato a governo apoiado pelo prefeito de Manaus. O fato é que, por via das dúvidas, ele vem aumentando a frequência com que participa de eventos públicos.

AGENDA CHEIA

Outro pré-candidato ao governo, o senador Eduardo Braga (PMDB), este não declarado, mas certamente confirmado, dedicou boa parte de sua agenda em Manaus no último final de semana a articulações políticas, principalmente com dirigentes partidários, convocados às vésperas do prazo final de filiação para quem pretende disputar a eleição estadual do ano que vem.

O ÓBVIO

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) descobriu a pólvora. Em pronunciamento no Senado ela afirmou que “a população brasileira quer melhor qualidade de vida”. Ao comentar pesquisa do Datafolha, que mostrou um crescimento de 6% no percentual da avaliação do governo da presidente Dilma Rousseff, ela lembrou da melhora do Índice de Desenvolvimento Humano dos municípios, divulgados no final de julho, ressaltanto, no entanto, que “a sociedade busca mais qualidade de vida, principalmente nas cidades”.

CORPO A CORPO

O Tribunal de Contas do Estado julga hoje 23 processos, entre eles 11 prestações de contas, nove recursos e duas representações. Os ex-prefeitos de Tapauá e de Jutaí, Carlos Gonçalves da Silva e Umberto Afonso Lasmar, respectivamente, estão entre os gestores que terão suas contas apreciadas pelo colegiado. As contas do coordenador da Unidade Gestora do Projeto da Copa, Miguel Capobiango, referentes ao ano de 2012, também serão julgadas na sessão.

ENTREGA

A primeira-dama Nejmi Aziz anunciou ontem que o governo do Amazonas, vai entregar as 512 unidades habitacionais do Conjunto Viver Melhor 2, na zona Leste, próximo à Bola do Produtor, no dia 30 de agosto. A obra está orçada em R$ 22 milhões, a maior parte do governo federal. O Estado entra com a contrapartida de R$ 4,4 milhões. A presidente do Fundo de Desenvolvimento Humano do Estado visitou ontem o local.

MAIS UM

No dia 13 de dezembro, será a vez da 2ª etapa do Residencial Viver Melhor, que está sendo construído pelo governo estadual por meio do programa habitacional Minha Casa Minha Vida, no bairro Santa Etelvina, zona Norte. A segunda fase do Residencial conta com 5.384 unidades e beneficiará mais de 20 mil pessoas. No total, foram investidos R$ 307,942 milhões, sendo R$ 40,7 milhões de contrapartida do governo estadual.

APELO

A Comissão da Mulher, das Famílias e do Idoso da Assembleia Legislativa, em parceria com a Comissão da Mulher Advogada da Ordem dos Advogados do Brasil, pediram às autoridades que fechem imediatamente a cadeia pública Raimundo Vidal Pessoa, o mais anti-presídio de Manaus, localizado no Centro de Manaus. Fazem coro sobre o assunto a Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Jurídica; o projeto Reeducar, do Tribunal de Justiça; a Secretaria de Governo; a Marcha Mundial de Mulheres; a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos e a Defensoria Pública da União.

NO AR

Moradores da Vila Rica de Caviana, distrito de Manacapuru, prometem acampar na porta da Secretaria de Estado da Educação, em sinal de protesto contra a gestora da Escola Estadual Jerônimo Santana, Márcia Chagas Moreno, que segundo eles têm desrespeitado, perseguido e ameaçado alunos. Eles exigem uma providência da secretária adjunta do Interior, Oceania Rodrigues Dutra.

ESTRANHO

Os moradores do distrito pelo menos têm um motivo específico para montar acampamento. Já os manifestantes que continuam na porta da Assembleia Legislativa parecem marcar terreno para uma ação política no futuro. Só isso explicaria manter as barracas prejudicando o trânsito e o passeio público em frente àquela Casa Legislativa. As exigências que eles fizeram em documento entregue ao presidente Josué Neto são politicamente inviáveis.

CONDIÇÕES

Uma emenda do deputado José Ricardo (PT) ao projeto de lei do governo do Estado, que pede autorização para repassar à Prefeitura de Manaus R$ 1 milhão por mês para subsidiar as empresas de transporte coletivo da capital, terá certamente o apoio da sociedade. Ele propõe que, para receber os recursos estaduais, as empresas de ônibus devem apresentar no mínimo dois documentos que comprovem está regulares com suas obrigações legais trabalhistas: a quitação de suas pendências com o INSS e o FGTS. Justo.

FINALMENTE

O governador Omar Aziz informou, ontem, a liberação por parte do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional para as obras de acesso à Cidade Universitária da Universidade do Estado do Amazonas. A liberação é referente aos 4,8 quilômetros de estrada, que saem da Rodovia Manuel Urbano, que liga Manaus a Manacapuru, até a entrada da Cidade Universitária, em Iranduba. Com isso, a construtora pode dar início à obra.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email