Secretaria de Rebecca é estratégica para o interior

Depois de ser preterida para disputar a Prefeitura de Manaus, a deputada federal Rebecca Garcia (PP) deve ganhar uma grande chance para se viabilizar a uma possível disputa para o Senado ou para o governo do Estado em 2014

Depois de ser preterida para disputar a Prefeitura de Manaus, a deputada federal Rebecca Garcia (PP) deve ganhar uma grande chance para se viabilizar a uma possível disputa para o Senado ou para o governo do Estado em 2014. Rebecca deve ser uma das novidades na reforma do secretariado que o governador Omar pretende fazer, em breve. Ao assumir a secretaria de Governo, no lugar de George Tasso a deputada estaria ganhando experiência administrativa, e principalmente, pavimentaria uma relação extremamente forte com os prefeitos do interior.

Compromisso

Com esse tiro, o governador também agrada o presidente da Aleam, deputado Ricardo Nicolau (PSD), pois com a saída de Rebecca, quem assume em Brasília é o pai de Ricardo, Luiz Fernando Nicolau. Agora, para completar compromisso de Omar fica faltando levar para a Câmara Federal somente o camarada Eron Bezerra.

Mais gente

Fonte da coluna assegura que a reforma do secretariado vai além da troca de Tasso por Rebecca. Na Secretaria Estadual de Ação Social (Seas), por exemplo, sai Regina Fernandes e entra a vereadora Glória Carrate (PSD) ou o deputado estadual Chico Preto (PSD). Omar também deve mexer na Sefaz, onde Isper deve dar lugar a Afonso Lobo. No Detran, ainda falta bater o martelo no nome que vai substituir Mônica Mello. A fonte garantiu também que mais mexidas estão programadas.

Comunicação

Na quinta-feira (22), aliás, foi a vez da chefe da Agecom, Lucia Carla Gama, que teria batido de frente com uma eminência parda do governo e seria substituída pelo marqueteiro Jefferson Coronel. Ouvida pela coluna, uma fonte próxima do governador evitou negar as primeiras trocas, mas negou a substituição na Comunicação. O fato é que os boatos vão continuar até que Omar proceda as mudanças.

Lento

O problema, aponta outro leitor, é que o governador Omar Aziz é muito lento em suas decisões. Como exemplo, ele cita o caso de Gedeão, que só foi demitido depois que o radialista Ronaldo Tiradentes ameaçou colocar no ar a gravação em que o ex-secretário pedia votos para um candidato.

Obras

A morosidade nas decisões do governador pode ser medida também em algumas obras. A Biblioteca Pública do Estado que há seis anos se arrasta numa reforma infindável, é um bom exemplo. Além de não entregar, o pior, é que ninguém vem a público dar uma satisfação. Será que a longa permanência do fechamento da Biblioteca não incomoda os secretários de Educação, Cultura e Infraestrutura?

Colina

A trapalhada reforma do Estádio da Colina onde foi trocada a fonte financiadora que era o Ministério do Esporte e agora o projeto tramita no do Turismo, é outro exemplo dessa indecisão que caracteriza o governo Omar. O leitor diz que essas situações mostram bem a diferença entre Aziz e Braga. O líder do governo Dilma toma decisões mais rápidas, independentes de serem certas ou erradas. A senadora Vanessa que o diga.

Realidade

O encontro de primeiras-damas, promovido pela presidente do Fundo de Promoção Social (FPS), Nejmi Aziz, na última quarta-feira (21) ainda repercute entre as participantes. Mesmo com todos os elogios pela iniciativa, teve gente que fez uma sugestão bem apropriada. O próximo encontro deve ser realizado num município bem distante da capital. A ideia é fazer com que Nejmi viva por algum tempo a realidade do interior entre mosquitos, carapanãs, mucuins, mutucas, piuns, potós e meruins.

Condenado

Um homem de 37 anos que compartilhava pornografia infantil pela internet foi condenado pela Justiça Federal no Amazonas a dois anos de prisão. As investigações foram iniciadas pelo FBI, que percorreu cerca de 40 países e identificou 700 usuários na rede. A pena para o homem condenado em Manaus foi trocada pela prestação de serviços à comunidade, pagamento de quatro salários mínimos e multa de mais dois salários.

Barbosa presidente

Já circulam em Brasília e no eixo Rio-São Paulo adesivos de uma campanha organizada por setores da sociedade civil para lançar a candidatura do ministro Joaquim Barbosa, a estrela do “mensalão” a presidente da República. Já existe até mesmo um site do movimento: www.joaquimbarbosapresidente.com.br.

PSol

Barbosa assumiu, na última quinta-feira (22), a presidência do Supremo Tribunal Federal sem dizer uma palavra sobre isso. Se a moda pegar, pode estar surgindo um nome com muito, mas muito peso para disputar com Dilma Rousseff o pleito de 2014. Para isso, entretanto, ele terá que se filiar a um partido. E é aí que o bicho começa a pegar. Para onde ir sem receber a pecha de carreirista? O PSol já acena com a possibilidade de recebê-lo.

Marcelo Dutra

O secretário da Semmas, Marcelo Dutra, recebeu o diploma de Cidadão de Manaus, proposto pelo vereador Homero de Miranda Leão (PHS). Para quem não sabe, Marcelo é formado em Administração do Meio Ambiente com especialização em Gestão Ambiental, tem também em seu curriculum o curso de Administração Pública e Sustentabilidade da Amazônia. Por tudo isso, ele é um dos mais fortes candidatos a permanecer no cargo, na próxima administração.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email