Riscos & Seguros – O Estado tem um novo centro previdenciário

A partir do dia 22/04/2008 os servidores do Estado do Amazonas passam a contar com o novo centro previdenciário.

A partir do dia 22/04/2008 os servidores do Estado do Amazonas passam a contar com o novo centro previdenciário.
A Amazonprev (Fundo Previdenciário do Estado do Amazonas sai da Rua Duque de Caxias, com entrada pela Ipixuna e vai para Rua Visconde de Porto Alegre).
Com uma obra orçada em aproximados R$ 2 milhões o novo centro está pronto para receber confortavelmente os seus clientes, o servidor público estadual.

Autorização e realização
Essa era uma obra que vinha sendo pensada já há algum tempo, pois sua concepção vislumbrava uma condição mais condizente com o projeto de previdência idealizado para o Estado do Amazonas. Detalhes como a impossibilidade de investimento em prédio não pertencente ao fundo, era um dos empecilhos para o investimento. Empecilho que foi plenamente afastado por Parecer do Ministério da Previdência Social, que editou posteriormente um normativo que o autorizava.

Investimento do Fundo Administrativo
O recursos aplicados na reforma do prédio da Visconde de Porto Alegre é oriundo do Fundo Administrativo da entidade, um dos três fundos que compõem o patrimônio da Amazonprev repassado pelo Governo do Estado do Amazonas para fazer face ás despesas administrativas da entidade. Foi a formação de reserva, decorrente de sucessivos superávits desse fundo que permitiu à entidade acumular o valor necessário para empreender uma obra do porte da que foi empreendida, chegando a conclusão um ano após a decisão.

Mudanças…
Aproveitando o antigo prédio do IPEAM, a reforma trouxe à fachada do prédio um ar de modernidade revigorada pela oposição do novo ícone que serve de bandeira da entidade, cujo mote é: “segurança no futuro”.
Junto com a reforma predial, a Amazonprev vem buscando dar novo alento àqueles que colaboram com a missão da entidade. A melhoria do ambiente de trabalho é um fator que vem sendo observado com o intuito de facilitar a relação trabalho/empresa.

…e mais mudanças.
O grande projeto de melhoria ainda está por vir, trata-se do projeto que vem sendo desenvolvido com a MB Consultoria e tem como escopo alcançar a excelência na qualidade dos serviços prestados, principalmente no que tange a concessão de benefício previdenciário.

Plano de Cargos
Além disso, a MB Consultoria foi selecionada mediante licitação pública, para elaborar o Plano de Cargos, Carreiras e Salários – PCCS, que é aguardado com muita ansiedade pelos funcionários da entidade, que acreditam ser este, um fator determinante para sua permanência.

Concurso ainda em 2008
Faz parte do planejamento da entidade, o PPA – Plano Plurianual, a realização de concurso público que está programado ainda para este ano de 2008. À divulgação do PCCS, será iniciado o processo de levantamento das vagas que ficarão disponíveis, pois deverão ser levadas em consideração as que serão criadas, as que serão deixadas por funcionários que se encontravam à disposição da entidade e que retornarão aos órgãos de origem, bem como, a extinção dos cargos de assessoria incompatíveis com a natureza jurídica da entidade (serviço social autônomo) e a Lei nº30, Consolidada no Diário Oficial do Estado do Amazonas do dia 11/12/07.

Um alento a mais
Para os funcionários da entidade, esse é um momento propício para as mudanças estruturais e de ordem interna, pois oportuna e coincidente com a mudança física da entidade.

Fundo vai garantir seguro
SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) desiste de implantar a medida via CNSP e mantém no projeto, que esbarra na resistência de seguradores, o sistema de adesão voluntária previsto no texto formulado em 2005.
O governo enviará ao Congresso Nacional proposta de criação de um fundo de proteção ao consumidor de seguros, segundo revelou o titular da Superintendência de Seguros Privados (Susep). Segundo a proposta o modelo desenhado pela autarquia, terá características semelhantes ao que é adotado no sistema financeiro, que garante depósitos feitos por correntistas até determinado limite.
A decisão de

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email