Rio de Janeiro sedia congresso de hoteleiros

O ministro do Turismo, Luiz Barretto, destacou ontem a “vitalidade” da economia brasileira e do turismo frente à crise financeira mundial, durante o 51º. Conotel (Congresso Nacional de Hotelaria), no Rio de Janeiro. “Vivemos um momento de otimismo, depois de passamos por uma turbulência iniciada em outubro do ano passado. Conseguimos dar uma resposta forte e rápida”.
Uma demonstração deste bom momento, segundo o ministro, são os números divulgados na semana passada pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). ”O fluxo de passageiros em aviões no mês julho aumentou 26% quando comparado ao mesmo período de 2009”, disse. O crescimento ocorreu a despeito do aumento da oferta de assentos. Barretto também destacou o bom momento do segmento de lazer na temporada de inverno: “Nas últimas semanas estive em Petrópolis, Teresópolis, Campos do Jordão, Gramado e Monte Verde e pude ver hotéis e pousadas cheios, um movimento acima da média.”
Diante dos principais donos e executivos de hotéis brasileiros, Barretto confirmou as negociações com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para a criação de uma linha de crédito para financiar a reforma e a ampliação do atual parque hoteleiro nacional. “Estamos buscando uma linha com juros baixos, prazos alongados e uma engenharia financeira que garanta de fato o acesso dos pequenos e médios empreendedores ao crédito”, explicou.
Em um balanço das ações implementadas pelo Ministério do Turismo nos últimos meses, o ministro lembrou as linhas de crédito do Banco do Brasil e da CEF para financiamento de pacotes turísticos, passagem e hospedagem e a linha específica da CEF para financiamento de capital de giro com recursos do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador).

Prêmio recebido

Na solenidade de abertura do Conotel, o ministro recebeu o troféu Ministro Cinco Estrelas. O prêmio foi entregue pelo presidente da Abih (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis), Álvaro Bezerra de Mello. “Esse é o ministro mais engajado. Ele vai de norte a sul, de leste a oeste do país e está sempre pronto a atender imediatamente as demandas do setor”, disse Mello. Presente ao evento, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, disse que “o ministro é um grande executivo, com visão pública de gerenciamento do turismo, que sabe dialogar com a iniciativa privada, setor público e financiadores”.
Com o tema “A Conjuntura Internacional e a Hotelaria Brasileira”, o Conotel reunirá até hoje consultores internacionais e nacionais que apontarão os caminhos e as novas tendências da economia e recuperação do setor frente à crise mundial e seus efeitos no mercado global.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email